cursos não podem ser ofertados a distância

Por que alguns cursos não podem ser ofertados a distância?

Os cursos a distância estão se tornando cada vez mais populares. A modalidade EAD oferece uma série de vantagens, como a facilidade de se estudar quando e onde quiser, as mensalidades mais em conta e o mesmo nível de aprendizado dos cursos presenciais. Entenda por que alguns cursos não podem ser ofertados a distancia.

Mas, nem todas as formações de nível superior podem ser feitas a distância, pois são cursos nos quais os alunos precisam ter contato fisicamente com o que vão estudar, ou precisam estar nos locais para ver na prática como será o seu futuro ambiente de trabalho. Veremos com mais detalhes alguns desses cursos que devem ser presenciais:

Medicina

O curso de Medicina tem o tempo de conclusão mais longo dentre os que há no Brasil. São 6 anos de aulas em período integral. Os alunos precisam estar em contato com os professores e, além disso, há as aulas de Anatomia, que não podem ser feitas a distância.

Assim, os graduandos precisam conhecer como o corpo funciona para que possam, no futuro, elaborar diagnósticos das doenças que vão tratar. Aulas de como fazer suturas e aplicar injeções também precisam ser feitas de forma presencial. No período de residência médica, eles também devem estar presentes para atender os pacientes, então esses cursos não podem ser ofertados a distancia. 

Medicina Veterinária

Tratar os animais requer conhecer muito bem como funcionam seus organismos. Da mesma forma que o curso de Medicina, o de Medicina Veterinária tem aulas de Anatomia de vários animais. Só assim o graduando pode ver como os órgãos funcionam para realizar tratamentos e procedimentos mais invasivos.

Há também as aulas de sutura e aplicação de medicamentos injetáveis, e tudo isso deve ser feito de forma presencial. Os estágios supervisionados, com o atendimento a animais reais, são realizados também ao vivo.

Odontologia

Os futuros dentistas também têm aulas de Anatomia na faculdade. Mesmo lidando somente com a saúde da boca e músculos do rosto, conhecer como o corpo funciona é fundamental para a sua formação. Além disso, eles precisam praticar muito, no começo do curso, em simuladores e modelos de cabeça. 

E não é para menos. Como os dentistas trabalham em uma área muito reduzida, é preciso ter habilidade para fazer os procedimentos dentro da boca. Os graduandos também têm estágios com aulas práticas, atendendo pacientes nas clínicas universitárias. Por isso é um curso que exige a presença física do aluno.

Psicologia

Estudar os mistérios da mente requer bastante estudo teórico e prático. Quem faz o curso de Psicologia também tem aulas de Anatomia, principalmente do cérebro. O psicólogo precisa conhecer como o cérebro funciona para poder entender os problemas que o afetam.

Além disso, há as clínicas de atendimento psicológico no trecho final do curso. Embora hoje já existam sessões de terapia online, para quem está estudando o mais indicado é o olho no olho. Por isso, as aulas práticas com supervisão do professor são tão necessárias. Além disso, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) já se manifestou contra a oferta do curso a distância.

Engenharias

O engenheiro não fica só fazendo cálculos sentado em frente ao computador o dia todo. Ele precisa estar no seu local de trabalho, analisando tudo o que está acontecendo. O mesmo acontece com os alunos. Aulas práticas mostram como são os materiais com os quais vão lidar no futuro. Além disso, precisam ver como os equipamentos funcionam.

Falamos de engenharias porque praticamente todas demandam aulas presenciais. Em alguns casos, há a possibilidade de cursos a distância, como as Engenharias de Computação, Software e de Produção. Mas, no geral, o graduando precisa estar presente nas aulas.

Fonoaudiologia

Os distúrbios que afetam a voz e a comunicação podem ter várias causas. É o fonoaudiólogo que vai investigá-las para realizar o tratamento adequado. Para isso, na sua formação acadêmica, ele precisa ter aulas de Anatomia do corpo todo e com atenção especial ao sistema vocal e nervoso.

Os graduandos precisam também fazer um período de estágio supervisionado, com pacientes reais. Para isso, a necessidade de se ter contato visual e ouvir a voz, ou sentir a dificuldade de comunicação, exige que esse curso seja presencial.

Geologia

Geólogos são os especialistas na composição, estrutura e evolução do planeta Terra. Assim, o contato com os diferentes tipos de solos tem que ser feito de forma presencial. É com o sentido do tato e o visual que eles podem descobrir qual material é aquele, como é formado e o que ele possui.

O trabalho do geólogo é fundamental para descobrir a presença de minerais. Assim, com um estudo especializado, mineradoras podem investir na elaboração de jazidas e explorar os minerais presentes naquele local.

Oceanografia

Dificilmente um curso de Oceanografia seria feito a distância. As instituições de ensino superior que têm esse curso já possuem salas de aula ou campus na região de praia. Afinal, os graduandos vão estudar as características dos oceanos, mares e regiões costeiras. E é preciso estar perto dessas regiões para ver de perto.

É um trabalho que hoje adquiriu uma importância ainda maior. É o profissional da área que estuda o impacto ambiental da ação humana nos mares. Como ele conhece a vida marinha, sabe a composição do leito submarino e das águas,  e, assim, poderá atuar com mais propriedade em ações para mitigar o efeito da poluição e atividades humanas.

Biomedicina

São os biomédicos que fazem as análises clínicas dos exames que os médicos pedem. Assim, eles devem ver como estudar amostras de sangue, urina, pele, e demais materiais biológicos, para encontrar anormalidades. Sendo assim, as aulas precisam ser presenciais.

Os biomédicos também desenvolvem estudos para descobrir novos remédios e vacinas, além de análises genéticas. São atividades que precisam da presença física do pesquisador – e os alunos também têm que ter o contato direto com os objetos de estudo.

Posts Recentes
Fique por dentro das nossas novidades e receba conteúdo exclusivo