Ciências Biológicas
- 0 Com

Saiba tudo sobre a área de Ciências Biológicas!

Guia de Profissões

Saiba tudo sobre a área de Ciências Biológicas

Os estereótipos ainda rondam as chances de trabalho para quem se forma na faculdade de Ciências Biológicas. O “professor que só pode dar aulas para turmas do ensino básico” e o “biólogo que desbrava a mata selvagem com apenas um canivete” são alguns exemplos.

Mas a verdade é que as Ciências Biológicas compõem um número imenso de áreas de atuação e boas oportunidades no mercado de trabalho.

Então, se você pensa em seguir carreira nas Ciências Biológicas, continue a leitura deste material e descubra tudo sobre essa área!

Como funciona a área de Ciências Biológicas?

Ciências Biológicas é uma área abrangente e multidisciplinar, que reúne todas as atividades que lidam diretamente com processos biológicos relacionados aos seres vivos, pesquisas genéticas, análise de microrganismos e conservação de recursos naturais.

Longe de envolver apenas temas que dizem respeito à Biologia, quem estuda e trabalha em Ciências Biológicas frequentemente precisa lidar com temas da Matemática, Química, Física e até das Ciências Humanas.

Como está o mercado de Biologia?

No mercado de trabalho, os campos de atuação de quem é da área Ciências Biológicas são bastante diversos. O profissional pode atuar em laboratórios, salas de aula, zoológicos, fábricas, hospitais, clínicas, escritórios, e muitos outros locais.

De acordo com o Conselho Federal de Biologia (CFBio), a conclusão da graduação em Ciências Biológicas habilita o biólogo a atuar em mais de 50 áreas.

Atualmente, agências de estudo de impacto ambiental, empresas de ecoturismo, ONGs de preservação dos recursos naturais e até empresas da indústria que se preocupam com manejo ambiental oferecem oportunidades de trabalho para o biólogo.

Mas nem sempre os profissionais de Ciências Biológicas puderam atuar em algumas áreas específicas. Por exemplo, só a partir de dezembro de 2012, quando foi sancionada a Resolução nº 300, o biólogo passou a ser considerado apto para atuar na área da saúde.

À época, houve biólogos que optaram por seguir essa carreira em vez de manter vínculos no meio acadêmico, por exemplo.

Medidas como essa fizeram com que, hoje em dia, o profissional formado em Ciências Biológicas tivesse acesso a um vasto campo de atuação, que não se limita à sala de aula ou ao meio acadêmico.

É um contexto do mercado de trabalho que permite aos biólogos ter a chance de seguir diferentes caminhos, de acordo com seus interesses e suas aptidões, desde a pesquisa em laboratório até a atuação prática em zonas costeiras e áreas de preservação. Legal, não é?

Quais são as principais atuações do biólogo?

Agora que você já conhece melhor a área de Ciências Biológicas, vamos explicar mais sobre as principais atuações para quem se forma na área.

Abaixo, descubra como funcionam algumas atuações de Ciências Biológicas.

Ensino

Com a formação superior de Licenciatura em Ciências Biológicas, a atuação mais comum é na sala de aula como professor.

Caso seu sonho seja trabalhar na área de educação, saiba que, ao se formar na graduação de Ciências Biológicas, você pode dar aulas de Biologia para turmas de ensinos fundamental e médio, bem como para turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Durante a formação para a sala de aula, você vai precisar desenvolver habilidades para além das Ciências Biológicas, como nas áreas de Didática e Metodologia de Ensino.

Se você quiser continuar os estudos e fizer uma pós-graduação (mestrado e doutorado), você também pode se capacitar para dar aulas no ensino superior.

A média salarial do professor de Biologia no ensino médio fica na média de R$ 3.758,70*, segundo relatório do site Salário.

Bioinformática

A Bioformática é uma área relativamente nova, que se refere, como o nome já diz, aos estudos que usam os processos da informática em pesquisas biológicas. Em outras palavras, é uma área que une os saberes da biologia e das ciências da computação.

O bioformata é o profissional responsável por desenvolver programas de computação para serem usados em pesquisas genéticas, por exemplo.

Para atuar na área, é preciso desenvolver conhecimentos relacionados à Biologia Molecular, Biologia Genética, Evolução, Linguagem de Programação, Gerenciamento de Dados, Estatística e Probabilidade.

O bioformata pode atuar com pesquisa acadêmica, mas também em hospitais, instituições públicas e privadas de pesquisa e empresas que trabalham com Medicina Diagnóstica.

Como não existe uma graduação específica de bioinformática, o primeiro passo para ingressar na área é fazer o curso de Ciências Biológicas. Depois, a recomendação é que o profissional se especialize com títulos de mestrado e doutorado.

O salário médio de um bioinformata no Brasil é de R$ 5.793*, segundo relatório do site Glassdoor.

Biologia forense

A Biologia forense une os saberes da Biologia com a Ciência Forense. Quem atua nessa área aplica os conhecimentos da Biologia para a aplicação da lei.

Os biólogos forenses podem analisar evidências obtidas na cena de um crime, provenientes tanto da vítima quanto do suspeito, para ajudar resolver mistérios e chegar a conclusões sobre os casos.

As evidências podem envolver fluidos corporais, restos de animais, plantas, cabelos. O biólogo forense faz a coleta pode entender a relação das evidências com o crime.

Os profissionais da área geralmente possuem uma formação superior tradicional em Direito ou em um curso superior da saúde, como Ciências Biológicas e Medicina, além de uma especialização em Perícia Criminal e/ou Investigação Forense.

A média salarial vai depender do campo de atuação do biólogo forense. Como perito criminal, área de atuação mais comum para quem é da área, o profissional ganha em média R$ 9.074,15* no mercado de trabalho brasileiro, segundo relatório do site Salário.

Controle de pragas e vetores

Como biólogo, você pode trabalhar desenvolvendo técnicas para o controle da transmissão de doenças entre animais e a diminuição do impacto de pragas em lavouras.

Em 2015, o Conselho Federal de Biologia editou a Resolução nº 384, que estabelece os requisitos para o exercício profissional nessa área. A resolução reitera que o biólogo é habilitado para atuar no controle e manejo de vetores e pragas, na limpeza e desinfecção de reservatórios, no treinamento e capacitação de pessoal, entre outros processos.

O biólogo é quem tem a formação específica e as habilidades técnicas para melhor orientar equipes sanitárias responsáveis pelo controle de pragas.

O piso salarial de um agente de controle de vetores no Brasil é de R$ 1.454,43*, como aponta o relatório do site Salário.

Gerenciamento Costeiro

O Gerenciamento Costeiro se refere a todos os esforços para cuidar dos recursos naturais que estão presente nas zonas costeiras do país, locais de interface entre o mar, a terra e o ar.

O trabalho no Gerenciamento Costeiro envolve a atuação de profissionais de várias áreas, inclusive os biólogos, e tem o objetivo de preservar o patrimônio natural e histórico das zonas costeiras e garantir a qualidade de vida das populações que vivem nessas regiões.

Os biólogos podem atuar, especificamente, em políticas de saúde, na Biotecnologia e na Gestão Ambiental, tanto nos aspectos técnico e científicos quanto na formulação de políticas públicas nas zonas costeiras.

O primeiro passo para atuar como biólogo no gerenciamento costeiro é o curso superior de Biologia, mas, em seguida, o profissional pode investir em cursos livres e cursos de pós-graduação para se aprofundar no assunto e se capacitar para ingressar no mercado.

Atuando como gestor ambiental em zonas costeiras, o biólogo ganha no Brasil a média salarial de R$ 2.894,00*, segundo relatório do site Vagas.

Zoologia

Na área de Ciências Biológicas, também é possível se dedicar ao estudo dos animais, desde a evolução e a fisiologia até assuntos como reprodução, genética, comportamento e ecologia. Essa é a área conhecida como Zoologia.

O conhecimento e a atuação de um zoólogo são fundamentais para a preservação dos habitats e a proteção das espécies ameaçadas.

Existe uma variedade de caminhos que o profissional da área pode escolher na Zoologia, assim como muitas áreas nas quais ele pode se especializar.

Isso acontece principalmente porque Zoologia é considerada um campo interdisciplinar, que reúne técnicas de várias áreas para estudar o reino animal, como técnicas da Genética e da morfologia animal.

Existem os zoólogos que trabalham em zoológicos, com o cuidado direto dos animais, mas esse não é o único campo de atuação na área. Também existem zoólogos que atuam em laboratórios de institutos de pesquisa públicos e privados, além da sala de aula como professores da educação básica ou do ensino superior.

A média salarial do zoólogo é de R$ 3.720,21* no mercado de trabalho brasileiro, segundo relatório do site Salário.

Quais são as tendências para Ciências Biológicas?

Muitas profissões dependem da biologia para construção de conhecimentos cada vez mais especializados. Por exemplo, já imaginou quanto da tecnologia usada no agronegócio depende dos conhecimentos sobre qualidade do solo e tipos de plantações?

Esse é apenas um exemplo, porque as Ciências Biológicas compõem um campo bastante diversificado em suas aplicações e subáreas.

Nesta parte do conteúdo, as principais tendências que as Ciências Biológicas podem trazer para os próximos anos e que merecem atenção dos futuros profissionais da área. Confira!

Antioxidantes

O uso de antioxidantes na indústria farmacêutica é estudado de forma intensiva, principalmente para buscar soluções em tratamentos de pacientes enfartes ou com doenças neurodegenerativas. 

Os antioxidantes também são amplamente usados na fabricação de suplementos dietéticos (suplementos para complementar a dieta) e têm sido estudados na investigação de doenças como o cancro e doenças coronárias.

Biotecnologia

A Biotecnologia e suas aplicações na área da saúde humana são amplas e despertam o interesse de cientistas, da indústria e de investidores.

Basicamente, a Biotecnologia envolve todos os processos que usam a manipulação de organismos vivos para a produção de novos produtos.

Essa é uma das áreas que mais vem sendo impactada com as inovações dos processos industriais. A inteligência artificial, a robótica e a tecnologia de impressão 3D são algumas das inovações com grande potencial de soluções na Biotecnologia.

Se você tem curiosidade por tecnologia e gosta de estudar organismos vivos, a biotecnologia pode ser um prato cheio! Isso porque o biólogo encontra um mercado de trabalho amplo nas indústrias de medicamentos, alimentos e bebidas, por exemplo.

Armazenamento de alimentos

Os diversos métodos de armazenamento de alimentos visam garantir a qualidade de alimentos durante o período de armazenamento antes, durante e depois da produção.

É uma área que mobiliza o interesse tanto de cientistas quanto de profissionais da indústria, varejistas e do próprio consumidor final.

O desenvolvimento de novos métodos de preservação é algo que acontece conforme surgem novas tecnologias na indústria, e esse campo depende de profissionais qualificados para estudar e avaliar a qualidade dos alimentos, aplicar testes e medir resultados.

Produção de sementes e mudas

A modernização e a garantia de qualidade das sementes e mudas produzidas no Brasil são motivos de grandes inovações na área. Esse campo de atuação é uma das possibilidades de trabalho para quem tem a formação de biólogo.

Os profissionais contribuem para pensar novas maneiras de melhorar a fiscalização das técnicas de produção, melhorar a qualidade e reduzir custos na produção de sementes e mudas.

O setor ainda conta com o problema de crimes de pirataria, estelionato, falsificação de rótulos, roubo e furto, o que demanda a aplicação de novas estratégias para garantir a segurança dos produtores.

Como ingressar no mercado de Ciências Biológicas?

Se você chegou até aqui, entendeu como funciona o mercado de trabalho e as tendências das Ciências Biológicas.

Agora, queremos mostrar tudo que você precisa fazer para dar os primeiros passos na sua carreira e ingressar no mercado de trabalho como biólogo. Que tal? Veja com começar!

Descubra se você tem o perfil para atuar na área de Ciências Biológicas

A área de Ciências Biológicas é um campo bastante amplo, e isso permite que profissionais de diferentes perfis se encontrem dentro do mercado de trabalho.

Por outro lado, também é verdade que existe um conjunto de traços comportamentais, interesses e habilidades que pode favorecer a performance do estudante de Ciências Biológicas na graduação e, futuramente, sua atuação no mercado de trabalho.

São essas características que compõem o perfil para atuar na área de Ciências Biológicas. Descubra quais são elas na lista logo abaixo.

  • atenção aos detalhes e curiosidade;
  • gosta de trabalhar com pessoas e entender outros pontos de vista, principalmente se o seu objetivo é atuar com crianças e jovens na escola;
  • ter uma familiaridade especial com assuntos da Biologia e Química;
  • ser uma pessoa observadora e desenvolver uma visão crítica das coisas que lê e estuda.

E aí, conseguiu se identificar com o perfil profissional de Ciências Biológicas?

Não precisa se preocupar caso você não tenha desenvolvido uma ou outra qualidade do perfil, afinal, você terá tempo bastante na graduação para se tornar um grande profissional!

Entre em uma boa faculdade

Estudar em uma boa faculdade é sempre um diferencial importante. Mesmo que você tenha escolhido o curso que tem mais a ver com sua personalidade, é a faculdade que pode determinar a qualidade da sua formação profissional.

Um curso superior é algo que leva tempo e exige grande parte da sua dedicação ao longo de anos de estudo. Mas de nada vai adiantar se esforçar se a faculdade não prepara os alunos para a realidade do mercado de trabalho.

Imagine a frustração de perceber que a prática da sua profissão não tem nada a ver com o que você viu na sala de aula. Para evitar algo assim, é preciso se antecipar e pesquisar bem a faculdade onde estudar — mais à frente, selecionamos tudo que você precisa levar em consideração nessa etapa.

Aproveite para estagiar no mercado de trabalho

Todo curso superior de Ciências Biológicas tem o período de estágio. É nesse momento que o graduando vive a experiência da sua profissão na prática.

Como estagiário, você tem a chance de aprender com profissionais experientes na área de atuação, ampliando sua rede de contatos. Além disso, o período de estágio permite que você defina melhor com o que gostaria de trabalhar no futuro e, assim, chegue ao mercado de trabalho mais preparado.

É comum acontecer de, ao fim do período de estágio, a empresa contratar o estagiário como funcionário pleno. Outra possibilidade vantajosa é a oportunidade de conhecer pessoas que, no futuro, podem indicar seu nome para vagas de trabalho em outros locais. Já pensou nisso?

Como é a faculdade de Ciências Biológicas?

A faculdade de Ciências Biológicas pode ser oferecida nos âmbitos de Licenciatura ou Bacharelado, dependendo da instituição de ensino.

Na Ampli, o curso é oferecido como Licenciatura e tem a duração média de 2 anos e 6 meses. É um período mais curto do que em outras instituições de ensino, que geralmente oferecem o curso em 4 anos.

O objetivo da faculdade é habilitar o profissional para atuar nas principais atuações do biólogo no mercado de trabalho. Na Licenciatura, a grade curricular tem matérias com foco especial para o ensino na educação básica (turmas de ensino fundamental e médio).

Nos três últimos semestres do curso na Ampli, há o estágio curricular obrigatório, que permite ao aluno aplicar as práticas pedagógicas aprendidas na graduação em situações reais, tanto na sala de aula quanto em atividades de gestão educacional.

O que considerar ao escolher uma faculdade para Ciências Biológicas?

Ok, você deve ter entendido que é importante entrar em uma faculdade de qualidade, mas como escolher onde estudar?

Se você ficou com essa dúvida, não se preocupe, porque separamos os critérios que não podem ficar de fora da sua pesquisa pela melhor faculdade para estudar Ciências Biológicas.

Está tudo aqui embaixo. Também vamos mostrar porque a Ampli é a melhor escolha para você. Confira!

Grande curricular

Veja se a grade curricular de Ciências Biológicas pode ser acessada no próprio site da instituição de ensino.

Ao consultar a grade curricular, entenda como ela é estruturada e se as matérias abordam os desafios atuais da profissão para a qual o curso prepara.

Depoimento de outros alunos

Conheça a experiência de alunos e ex-alunos, se você quer ter certeza de que está investindo na faculdade certa. Normalmente, você encontra no próprio site da instituição o relato de alunos sobre como a faculdade contribui para suas jornadas profissionais.

Se quiser ir atrás de mais relatos, busque vídeos no YouTube e comentários de alunos em sites de reclamação para verificar se a faculdade deu o suporte necessário em cada caso.

Os depoimentos de alunos e ex-alunos sobre a faculdade escolhida podem dar mais confiança para você fazer a matrícula e começar os estudos.

Reconhecimento do MEC

Na plataforma e-MEC, do Ministério da Educação (MEC), você consegue consultar a regularidade das instituições de ensino do Brasil e seus respectivos cursos de graduação perante o Governo.

Saber que a faculdade que você estuda é reconhecida pelo MEC é uma informação importante, porque significa que seu diploma de conclusão de curso terá validade no mercado de trabalho e em seleções de concurso público.

Infelizmente, ainda existem casos em que o aluno descobre que a instituição de ensino em que estudou não é reconhecida pelo MEC depois da graduação. Então, para evitar algo parecido, faça essa pesquisa com antecedência.

Ah, e se você está pensando em estuda na Ampli, não precisa se preocupar, porque todos os nossos cursos de graduação e pós-graduação são reconhecidos pelo MEC!

Flexibilidade para o aluno

Com o avanço da tecnologia, você tem a possibilidade de fazer um curso superior ofertado a distância — ou no formato EAD (ensino a distância), como também é chamado.

É a oportunidade de investir na sua formação profissional com o máximo de flexibilidade! Sendo aluno EAD, você vai conseguir organizar seus horários de estudo, assistir às aulas e realizar as atividades do curso pela internet, no conforto de casa.

Todas as aulas, atividades e materiais de estudo ficam disponíveis no Ambiente Virtal de Aprendizagem (AVA) da faculdade, que pode ser acessado pelo celular ou computador.

Existem outras vantagens do EAD, como a mensalidade mais em conta comparada aos valores de cursos presenciais e a redução de custos com transporte e alimentação.

Então, se isso parece a opção ideal para você, veja se o curso de Ciências Biológicas é oferecido no formato EAD ou semipresencial na instituição de ensino.

Faça a sua inscrição no vestibular!

Viu como é diversificada a área de Ciências Biológicas? O biólogo é um dos grandes profissionais do futuro atuando em vários campos, desde a sala de aula, passando pelo meio acadêmico, até o setor industrial e as atividades que impactam diretamente a vida das pessoas.

Então, o que esperando para garantir sua vaga na faculdade de Ciências Biológicas? Não perca tempo e venha conhecer a proposta da Ampli. Nossa faculdade não cobra taxas no vestibular nem na matrícula. Confira!

Sujeito a alterações*

COMENTÁRIOS