áreas de atuação do pedagogo fora da escola
- 0 Com

Conheça 10 áreas de atuação do pedagogo fora da escola

Guia de Profissões

áreas de atuação do pedagogo fora da escola

O pedagogo gosta de ensinar e tem uma habilidade especial para isso. O cuidado especial com as crianças e com a orientação pelo caminho das letras e da alfabetização é um exemplo. Mas, não é o único. Existem várias outras áreas de atuação do pedagogo fora da escola. Veremos no post de hoje quais são.

Áreas de atuação do Pedagogo fora da escola

O curso de Pedagogia, que é na modalidade licenciatura e tem duração de dois anos e meio, oferece uma grade curricular bastante ampla. Além das disciplinas voltadas para a Didática, que é a arte de ensinar, e para a Psicologia da Educação, há outras.

Gestão da Educação, Legislação Educacional, Solução de Conflitos e Pedagogia em Espaços Não Escolares expandem os horizontes de quem pretende seguir a carreira de pedagogo. O curso também tem estágios obrigatórios que levam o aluno a vivenciar o dia a dia da profissão. Os estágios acontecem em vários ambientes e locais de trabalho, tanto em salas de aula como em editoras de livros e hospitais. 

Esses estágios são supervisionados, ou seja, haverá sempre um professor orientando o graduando nesse processo. Em uma sala de aula, ele pode participar como espectador, auxiliando o docente e até orientando alunos. Essa vivência ajudará muito o estudante a escolher qual carreira seguir depois de formado. A propósito, há várias áreas de atuação além da sala de aula. Vamos conhecer algumas delas abaixo.

Gestão escolar

Ainda na escola, mas em uma sala diferente. O pedagogo pode ser diretor de uma instituição de ensino, além de atuar como coordenador pedagógico. É ele quem orienta o trabalho dos professores, administra conflitos entre alunos e conversa com os pais ou responsáveis.

Inclusive, a posição de diretor de escolas privadas é a área da pedagogia com o maior salário!

Edição de livros didáticos

Sim, os pedagogos podem ser editores de livros didáticos. Afinal, a arte de ensinar é algo que eles conhecem muito bem. Para isso, o pedagogo pode atuar tanto na revisão de materiais quanto na elaboração de novas obras. Contudo, o pedagogo precisa ter um gosto pela escrita para se enveredar na carreira de autor. Aliás, das áreas de atuação do pedagogo fora da escola, uma das que mais crescem é o da elaboração de aulas e materiais para Educação a Distância (EAD).

Organizações Não Governamentais (ONGs)

O pedagogo pode trabalhar em um ambiente não-escolar, na orientação e educação de crianças e adolescentes. As ONGs têm uma atuação bastante marcante em locais com pessoas vivendo em situação de vulnerabilidade. Assim, o pedagogo pode desenvolver novos métodos de ensino e projetos, além de coordenar o trabalho de outros professores. 

Pedagogia empresarial

O pedagogo pode trabalhar até dentro de empresas! Como ele possui o conhecimento de saber ensinar, ele pode atuar geralmente em conjunto com o departamento de Recursos Humanos, para estreitar o contato dos funcionários com a empresa. Aulas de capacitação para os colaboradores são um exemplo. Assim, eles podem desempenhar suas funções de maneira mais eficaz. E o pedagogo sabe como fazer isso.

CTA curso de pedagogia empresarial ead da ampli

Pedagogia hospitalar

Muitas crianças precisam ficar por longos períodos internadas em hospitais para tratamentos médicos. Elas deixam de frequentar a escola e podem ter seu aprendizado prejudicado. Mas, isso não acontece quando há um pedagogo em ambiente hospitalar.

Na pedagogia hospitalar, o pedagogo pode continuar o aprendizado desse pequeno paciente para que, quando voltar às aulas, ele não se sinta prejudicado pelo seu afastamento. O profissional também atua com a família do paciente para orientá-la nessa nova fase da vida.

Orientação educacional

O pedagogo atua em outro lado da educação. Ele ajuda o aluno com dificuldades educacionais dentro da escola. Assim, pode identificar o que impede o estudante de continuar estudando, o problema com determinada disciplina e até o comportamento inadequado perante os colegas. Em alguns casos, o aluno pode estar enfrentando alguma situação complicada com a família, o que acaba afetando seu aprendizado. Assim, um trabalho em conjunto tem mais chances de ser bem sucedido no auxílio ao estudante.

Supervisão nas escolas

Falamos anteriormente sobre o trabalho de gestão das instituições de ensino. O pedagogo também pode ser supervisor de escolas que fazem parte de uma determinada região. Assim, ele visita as escolas, conversa com os diretores e procura entender o que acontece naquela unidade de ensino em particular. É ele quem leva os problemas para instâncias superiores, no caso do ensino público. 

Novas tecnologias na educação

Internet, inteligência artificial, robôs e computadores são novos instrumentos que ajudam no processo de aprendizagem dos alunos. Vale lembrar que a geração de hoje já está bem mais acostumada às novas tecnologias do que as anteriores. Isso significa que a introdução de um computador, lousas virtuais, robôs e aplicativos educacionais serão aceitas de forma mais natural por eles. O pedagogo pode trabalhar no desenvolvimento dessas novas tecnologias para facilitar a aprendizagem e torná-la mais agradável.

Psicopedagogia

É uma especialidade que o aluno de Pedagogia pode seguir depois de concluir o curso. O psicopedagogo é o profissional que identifica os problemas de aprendizagem de crianças e jovens por meio de atividades bastante particulares. Assim, ele pode descobrir se o aluno tem dislexia e déficit de atenção, ou, ainda, se enfrenta situações delicadas no ambiente familiar. O papel do psicopedagogo é orientar a criança e os pais no entendimento e resolução dos problemas que afetam o aprendizado.

Carreira acadêmica

O pedagogo pode continuar nos bancos escolares, mas de outra forma. Ele pode seguir seus estudos em nível de mestrado e doutorado, o que o habilita a dar aulas em instituições de ensino superior. Mas não só. O pedagogo pode, também, se manter na carreira acadêmica, realizando pesquisas sobre novas metodologias de ensino, bem como analisando casos com populações específicas. Essas pesquisas são muito importantes para balizar o trabalho dos futuros pedagogos.

COMENTÁRIOS