mercado de trabalho arquitetura
- 0 Com

Mercado de trabalho em Arquitetura

Guia de Profissões

A Arquitetura é a arte de modelar e projetar objetos e espaços. A função do Arquiteto é atuar no planejamento de espaços, considerando as características físicas, estéticas, acústicas, de iluminação e segurança.

Assim, os Arquitetos são capazes de modelar e construir espaços que atendam as nossas necessidades e transmitam a sensação de bem-estar. Se você se interessa por essa área, fique conosco, pois hoje falaremos sobre o mercado de trabalho em Arquitetura.

Mercado de trabalho em Arquitetura

O profissional de Arquitetura pode atuar em um escritório próprio ou em contratos de projetos temporários. O Arquiteto é responsável pela execução de tarefas como acompanhamento de obras, reformas, planejamento de interiores, paisagismo, urbanismo e outros. Abaixo, veremos as principais áreas de atuação e como está o mercado de trabalho para Arquitetura:

Áreas de atuação em Arquitetura

Construção Civil

Na área de construção civil, o Arquiteto é responsável pelos projetos arquitetônicos. Ou seja, o profissional ficará encarregado de projetar edificações, sejam elas residenciais ou comerciais. A construção civil pode ser considerada a área mais comum de atuação do Arquiteto. 

Design de interiores

Aqui, o Arquiteto se encarrega da projeção, estruturação e organização de espaços internos, com base em elementos como funcionalidade, conforto, ergonomia, estética, otimização de espaço e iluminação. É um serviço que pode ser contratado por pessoas físicas que buscam um projeto para a casa ou então por empresas, para remodelar e adaptar ambientes comerciais.

Urbanismo

O Arquiteto Urbanista tem o objetivo de planejar uma região como um bairro ou cidade, focando no zoneamento da área e na organização espacial. Para atuar nessa área, o Arquiteto deve se aprofundar em práticas de planejamento urbano e regional.

Paisagismo

Para quem gosta de jardins e jardinagem, seguir na área de paisagismo é uma ótima opção. Aqui, o profissional de arquitetura cuida da composição de áreas abertas como praças e jardins, além da criação de projetos de áreas externas de casas, prédios e comércios.

Design Industrial

Outra área que tem apresentado boas oportunidades para o profissional é o desenho de móveis sob medida, principalmente graças à tendência cada vez mais comum de residências menores. Com o desenvolvimento de mobílias para apartamentos pequenos, o profissional pode criar itens multifuncionais que facilitam demais a vida dos moradores de grandes cidades.

Quanto ganha um Arquiteto?

Um profissional de Arquitetura ganha em média R$ 5.968,07 *, de acordo com a pesquisa do salario.com.br. É muito comum que o profissional da área tenha jornadas de trabalho de uma média de 40 horas semanais. 

*Acesso em agosto de 2021

Salário por porte da empresa

A faixa salarial do profissional de Arquitetura, de acordo com o porte das empresas, é:

  • • Microempresa: a partir de R$ 5.280,32
  • • Pequena e média empresa (PME): a partir de R$ 5.870,12
  • • Grandes empresas: a partir de R$ 6.815,83

Cidades com maiores salários

A faixa salarial do Arquiteto, de acordo com a cidade que o profissional atua, é:

  • • Bauru, SP: média salarial de R$ 8.198,51
  • • São Paulo, SP: média salarial de R$ 7.213,33
  • • Belo Horizonte, MG: média salarial de R$ 7.043,40
  • • Rio de Janeiro, RJ: média salarial de R$ 6.039,88
  • • Brasília, DF: média salarial de R$ 4.583,24

Fonte: Arquiteto Urbanista – Salário 2021

Especialização em Arquitetura

Sabemos que a Arquitetura é uma ciência que tem como principais recursos a arte e a estética. Por muito tempo, os desenhos técnicos realizados por esses profissionais dependiam única e exclusivamente de papel e lápis. Nos dias atuais, com os avanços tecnológicos, existem diversos softwares para possibilitar o desenvolvimento e representação dos projetos, no formato digital.

Para a criação de projetos mais aperfeiçoados e competitivos, é crucial que o profissional de Arquitetura seja capaz de dominar as melhores ferramentas para executar diferentes fluxos de trabalho, como:

  • • Desenho técnico de plantas baixas;
  • • Modelagem 3D de objetos e edifícios;
  • • Renderização de imagens fotorealistas;
  • • Pós-produção de imagens e desenhos técnicos;
  • • Diagramação de pranchas e portfólios;
  • • Criação de animações dinâmicas de projetos

… e outros!

Para capacitar profissionais nessa área, a Ampli disponibilizou a pós-graduação em Desenvolvimento e Representação de Projetos Arquitetônicos, oferecido pela Labideais, uma escola de treinamentos de softwares utilizados para desenvolvimento e representação de projetos para estudantes e profissionais de arquitetura e design de interiores. Para saber mais, visite a página do curso!

Pós-graduação em Desenvolvimento e Representação de Projetos Arquitetônicos

COMENTÁRIOS