técnico e tecnólogo em estética
- 0 Com

Técnico e Tecnólogo em Estética: entenda as diferenças!

Guia de Estudos

técnico e tecnólogo em estética

Passar por limpeza de pele, massagem, hidratação e demais terapias estéticas são rotina para muitos brasileiros. Afinal, são eles um dos principais consumidores de produtos de higiene e beleza: segundo um levantamento da Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), o consumo destes serviços foi 5,8% maior em 2020

Isso já traz uma informação interessante: além de consumir estes serviços, os brasileiros também procuram muito por esteticistas para realizar procedimentos especializados. No mercado de trabalho em Estética e Cosmética, há dois tipos de profissionais: os que são técnicos e os tecnólogos. Há diferenças de atuação entre eles, embora boa parte dos procedimentos possa ser feito por ambos. Veremos quais são.

Técnico e Tecnólogo em Estética

A diferença entre o técnico e tecnólogo em estética diz respeito ao nível de escolaridade. Vale ressaltar que curso técnico e tecnólogo não são a mesma coisa. Enquanto um oferece o certificado técnico de nível médio, o segundo oferece um diploma de ensino superior. Veremos com mais detalhes abaixo.

Curso Técnico em Estética

O curso técnico em estética é voltado para quem está no ensino médio – já começou ou terminou essa etapa de estudos e quer fazer um curso profissionalizante. O certificado que o estudante recebe no final do curso é de nível médio. A formação tem entre um ano, até dois anos de duração

Durante o aprendizado, o estudante vai ter o conhecimento teórico dos procedimentos e a prática com os equipamentos. Assim, ele vai terminar o curso já habilitado a atuar em consultórios e clínicas estéticas.

Curso Técnólogo em Estética

O curso tecnólogo em Estética é um curso de nível superior voltado para quem já terminou o ensino médio. Essa formação tem, em média, dois anos de duração. O graduando também terá aulas teóricas e práticas sobre os procedimentos estéticos. A diferença para o técnico em Estética é que o tecnólogo tem capacidade para atuar em cargos de gerência de uma clínica ou como responsável pela equipe de técnicos. 

Há algumas limitações ao trabalho do esteticista. Ele não pode fazer procedimentos invasivos, que requerem a aplicação de injeções ou realizações de cortes na pele. Um exemplo disso é a aplicação de botox, a toxina botulínica usada para suavizar as marcas de expressão no rosto. Esteticista não pode aplicar botox, pois é um trabalho exclusivo de médicos capacitados nesta técnica.

Formação em Estética

Para formar tecnólogos habilitados a desenvolver e desempenhar os procedimentos estéticos, durante a graduação, o estudante terá aulas de Biossegurança, Gestão de Pessoas, Empreendedorismo, Primeiros Socorros, Visagismo, Química Geral, Técnicas Estéticas Capilares, Massagem Facial, Anatomia, Eletroterapia, Fisiologia, Técnicas de Massagem, Técnicas Orientais, Terapias Alternativas, Cosmetologia, Procedimentos Estéticos Pré e Pós Operatórios e Recursos Estéticos Manuais.

CTA curso de estética e cosmética ead da Ampli

A formação em estética é bastante completa, e atende grande parte da necessidade dos brasileiros que procuram por estas técnicas. Assim, a aula de Anatomia mostra ao graduando como são as partes internas do corpo, para que ele saiba como manipular em massagens, por exemplo. Já o Visagismo trabalha com a harmonia do rosto, visto que ele lida com técnicas de maquiagem, cabelo, design de sobrancelhas e cosméticos em geral.

Veja também: Quais procedimentos o profissional de estética pode realizar?

As Técnicas Orientais mostram como alguns pontos de acupuntura podem ser trabalhados do ponto de vista estético. Técnicas de Massagem mostram para que servem e como realizar diferentes massoterapias nas pessoas. A Biossegurança trata da importância de se manter a higiene no consultório e nos equipamentos utilizados, para evitar a transmissão de doenças.

Onde o Esteticista pode trabalhar?

Por ser um ramo em expansão, a demanda por tecnólogos em Estética vem aumentando ao longo dos anos e há falta de profissionais especializados. Além de poder atuar em domicílio (para procedimentos mais simples), o profissional de Estética pode trabalhar em centros estéticos, salões de beleza, spas, centros de saúde, academias e na indústria cosmética.

COMENTÁRIOS