Área da Matemática: descubra as oportunidades desse setor!

As habilidades de raciocínio lógico, resolução de problemas e tomada de decisões que você aprende na Matemática são valorizadas em muitos setores do mercado de trabalho. Para os fãs de Ciências Exatas, essa pode ser uma área interessante a ser explorada depois de terminar o Ensino Médio.

Ao contrário do que alguns pensam, as oportunidades para quem entra no curso superior de Matemática não estão reduzidas ao trabalho de professor escolar.

Os alunos que entram na graduação de Licenciatura em Matemática geralmente se tornam educadores, mas os conhecimentos obtidos no curso também são úteis em outras profissões incríveis que demandam habilidades matemáticas acima da média.

Para conhecer melhor essa área tão rica e interessante, continue a leitura! Nós da Ampli vamos explicar aqui como funciona o mercado de Matemática, as principais carreiras, salários, tendências e muito mais. Confira e venha tirar suas dúvidas com a gente!

Como funciona a área de Matemática?

Não há uma definição única para uma área abrangente e complexa quanto Matemática. Contudo, de maneira geral, podemos dizer que ela é a ciência do raciocínio lógico.

Na matemática, estão incluídos assuntos como números (aritmética e teoria dos números), fórmulas e estruturas relacionadas (álgebra), formas e espaços em que elas estão contidas (geometria) e quantidades e suas alterações (cálculo e análise).

Os matemáticos procuram e formulam padrões e estabelecem a verdade por dedução rigorosa. Os tipos que se acostumam explorar se dividem em duas categorias:

  • matemática “pura” ou teórica — inclui todos os assuntos da área, desde álgebra, cálculo e trigonometria até lógica, análise complexa, topologia e muito mais. A matemática teórica é sobre o uso da lógica para provar resultados matemáticos que podem ou não ter utilidades na vida prática;
  • matemática aplicada — consiste em usar resultados relevantes da matemática pura para fazer cálculos na prática. Os exemplos incluem o uso de probabilidade e estatística, equações diferenciais ou sistemas dinâmicos para fazer modelos do mundo real.

Algumas áreas, como a estatística e a teoria dos jogos, são desenvolvidas em correlação com aplicações na vida prática, enquanto outras áreas se desenvolvem independentemente de qualquer aplicação e, portanto, são chamadas de matemática pura.

Como está o mercado de Matemática no Brasil?

Não é nenhuma surpresa: a maioria das oportunidades na área está ligada às carreiras na docência na educação básica ou no ensino superior.

O curso de Matemática é, na maioria das faculdades, oferecido no grau de Licenciatura e forma educadores aptos a lecionar para crianças e jovens do Ensino Médio e Ensino Fundamental, em escolas públicas ou particulares.

Após a graduação, o educador formado tem a possibilidade de dar continuidade aos seus estudos na pós-graduação (mestrado e doutorado) para lecionar em faculdades.

Fora da sala de aula, as oportunidades para quem cursa Matemática são escassas no Brasil. Porém, isso não significa que são inexistentes. Afinal, muitos empregos no mercado de trabalho brasileiro exigem habilidades que vão além dos assuntos básicos que todos aprendem na escola, como contagem, aritmética e porcentagem.

Administradores, contadores, analistas, economistas e cientistas de dados, por exemplo, precisam de competências avançadas em Ciências Exatas. Cada profissão como essas também pode ser considerada uma parte do mercado de trabalho.

Administradores lidam com orçamentos o tempo todo e precisam fazer projeções. Economistas usam estatísticas em suas pesquisas. Analistas de investimento precisam calcular diferentes vetores de um mercado antes de aconselhar os seus clientes.

O mais comum é que as pessoas que buscam essas carreiras comecem em cursos de nível superior específicos, como Administração, Contábeis e Economia. Contudo, quem ingressa na graduação em Matemática também pode almejar essas carreiras, já que as suas competências são valiosas para as responsabilidades exigidas pelas empresas.

Resumindo, o mercado está muito ligado à docência, mas os profissionais formados na área também podem usar as suas habilidades em outras carreiras.

Quais são as principais atuações em Matemática?

As aplicações da Matemática estão por toda parte. A seguir, fornecemos algumas informações sobre as principais carreiras disponíveis para os matemáticos. Confira!

Docência escolar

A figura do professor é muito importante na vida dos estudantes. Afinal, quem não se lembra de professores que marcaram algum momento da sua vida?

O trabalho desses educadores é, mais do que contribuir para a formação educacional de crianças e jovens, passar para os alunos a paixão pelo conhecimento.

Porém, é uma profissão com muitas responsabilidades. A rotina dos professores no Ensino Fundamental e Médio envolve tarefas como planejar e dar aulas, participar de reuniões, propor trabalhos, corrigir avaliações, orientar em particular os alunos e preparar as turmas para os vestibulares.

O professor de Matemática licenciado ainda pode trabalhar em preparatórios para concursos e dar aulas particulares como autônomo.

R$ 2.940,29 é a média do piso salarial do professor do Ensino Fundamental no mercado de trabalho brasileiro, de acordo com pesquisa divulgada no site Salário.com.

Já no Ensino Médio, o professor de Matemática ganha em média R$ 3.580,32 no mercado de trabalho brasileiro (fonte: Salario.com).

Docência no ensino superior

No ensino superior, a atuação dos professores de Matemática visa contribuir com a formação de novos profissionais e produzir conhecimento científico.

Para dar aulas em faculdades públicas e particulares, os professores precisam buscar uma formação na pós-graduação stricto sensu, ou seja, os programas de mestrado e doutorado.

Além de ministrar aulas, a rotina de um professor universitário envolve produzir artigos científicos, orientar dissertações e teses de alunos e participar de eventos acadêmicos sobre a sua área de atuação.

R$ 12.316,72 é a média salarial de um professor do ensino superior no Brasil, segundo levantamento do site Salario.com.

Estatístico

O trabalho na área de Estatística é um exemplo de carreira no mercado de trabalho para quem se forma em Matemática, mas não quer ser professor. A familiaridade com assuntos de cálculo, geometria, álgebra e probabilidade pode ser bastante útil nessa profissão.

A rotina do estatístico envolve as tarefas de organizar e interpretar uma grande quantidade de dados. Esse profissional pode atuar na indústria, laboratórios e empresas de pesquisa.

Os formados que decidem migrar para Estatística pode se beneficiar de uma pós-graduação na área. A especialidade pode oferecer ferramentas e técnicas que o matemático não viu na graduação, mas que precisará usá-las no seu campo de trabalho.

A média salarial para o cargo de estatístico é de R$ 5.168,00 no Brasil, segundo levantamento do site Vagas.com.

Quais são as tendências na área de Matemática?

Conheça algumas das novidades que estarão no universo de quem atua na área nos próximos anos.

Interdisciplinaridade na sala de aula

Com validade a partir de 2022, o Novo Ensino Médio tende a incentivar ainda mais os educadores da educação básica a abordar os assuntos de uma maneira interdisciplinar, explorando as diferentes áreas do conhecimento — algo que já está previsto na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Os professores precisam entender que as suas matérias continuam existindo dentro da nova configuração do Ensino Médio, mas a articulação de diferentes áreas é o que favorecerá a construção de saberes úteis para que o aluno construa seu projeto de vida.

Educação financeira nas escolas

A educação financeira é um tema cada vez mais debatido na sociedade brasileira e, aos poucos, vem ocupando a atenção dos educadores no contexto escolar.

Uma vez que o tema envolve conceitos da matemática financeira, espera-se que os professores sejam um dos aliados na adesão a essa tendência.

Habilidades transferíveis no mercado de trabalho

A noção de “habilidades transferíveis” é importante para os profissionais que se formaram em Matemática, mas que decidem explorar outras oportunidades para além da docência na educação básica.

Ao demonstrar habilidades aproveitáveis em uma área do mercado de trabalho, os recrutadores saberão que você pode ocupar determinada vaga em uma empresa.

Como ingressar no mercado de Matemática?

Gostou do que viu até aqui sobre a área de Matemática? Caso a resposta seja sim, chegou a hora de entender como ingressar no mercado de trabalho com o pé direito.

Abaixo, confira as nossas dicas para não errar neste início de jornada profissional!

Descubra se você tem o perfil para estudar e trabalhar na área

Quem ingressa no curso superior de Matemática tem um perfil bastante dinâmico, dado que os conhecimentos matemáticos podem ser aplicados em muitas áreas.

A familiaridade com porcentagens, probabilidades e outros assuntos de Exatas desde o período escolar costuma ser um dos motivos que levam os estudantes a atuarem na área.

O raciocínio lógico, o pensamento analítico e a capacidade de lembrar e aplicar fórmulas matemáticas também são traços comuns de quem atua na área.

Comece na graduação em Matemática

Se você está considerando explorar as oportunidades do mercado de Matemática, o passo número 1 é ingressar em um curso superior com reconhecimento do MEC.

A maioria das faculdades oferece a graduação em Matemática no grau de Licenciatura, mas você também pode acabar encontrando algumas instituições de ensino que tenham o curso no grau de Bacharelado.

A principal diferença entre os dois formatos é que a Licenciatura tem o objetivo de formar educadores para lecionar em turmas do Ensino Fundamental e Médio, enquanto o Bacharelado é voltado para pesquisa acadêmica.

Na Ampli, o curso é oferecido no grau de Licenciatura e na modalidade a distância. A grade curricular combina disciplinas específicas da Matemática com disciplinas de educação. Confira, abaixo, as principais matérias do curso.

  • Elementos da Matemática: elementos e técnicas da lógica matemática;
  • Elementos da Matemática: princípio matemático dos conjuntos e das funções;
  • História da Matemática;
  • Práticas pedagógicas: Gestão na Sala de aula;
  • Didática: Planejamento e Avaliação;
  • Metodologia do Ensino da Matemática;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Álgebra Linear e Vetorial;
  • Geometria Analítica;
  • Geometria Espacial;
  • Gestão Educacional.

O curso de Licenciatura também conta com estágio curricular obrigatório. Esse é o tema do nosso próximo tópico, confira logo abaixo!

Busque um estágio

O estágio curricular supervisionado é o momento de aplicar os seus conhecimentos matemáticos e as práticas pedagógicas em situações reais. Na Licenciatura em Matemática, o estágio pode ser feito em escolas de educação básica.

O estagiário pode lecionar para turmas do Ensino Fundamental ou Médio, planejar aulas e acompanhar a rotina de uma instituição de ensino, sempre com a supervisão de um educador com mais experiência.

Vale a pena fazer o curso de Matemática na Ampli?

Está pensando em fazer o curso de Matemática da Ampli? Descubra todos os diferenciais que você terá estudando com a gente!

Graduação curta

Este curso superior na Ampli tem uma carga horária total de 3.200 horas, o que é equivalente à duração de 2 anos e 4 meses.

É um período mais curto do que a maioria dos cursos de Licenciatura em outras instituições de ensino, que chegam a 4 anos.

O aluno da Ampli tem a possibilidade de reduzir ainda mais o período de formação. Sim, é isso mesmo! Você pode acelerar o ritmo de estudos para cumprir todas as avaliações do curso em menos de 2 anos e 4 meses.

Aulas EAD pelo celular

Os cursos de graduação da Ampli são oferecidos no formato 100% EAD (Ensino a Distância).

Todas as aulas, avaliações e interações com a administração do curso acontecem na plataforma online da Ampli, conhecida como Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

Pelo AVA, o aluno da Ampli assiste às videoaulas, acessa uma biblioteca virtual, recebe materiais de estudo, recebe suporte e realiza as avaliações de competências.

O AVA da Ampli foi projetado para se adaptar ao tamanho de vários dispositivos, desde a tela do notebook à do celular. Isso garante ao aluno a comodidade para baixar as aulas e assistir offline no dispositivo que preferir — e essa é apenas uma das vantagens do EAD.

Mas atenção: é importante não confundir EAD e semipresencial, pois são formatos diferentes! Enquanto o curso EAD funciona totalmente pela internet, o semipresencial combina aulas online e encontros presenciais na unidade da faculdade.

Na Ampli, além de as aulas serem 100% EAD, as etapas de inscrição e matrícula também acontecem pela internet em nosso site, e você pode fazê-las sem sair de casa.

Mensalidade acessível

A mensalidade da Ampli também é uma das mais acessíveis do ensino superior no Brasil. Por funcionar no formato 100% a distância, a graduação da Ampli não envolve grandes gastos que deveriam ser repassados para o aluno.

E o melhor de tudo é que você ganha acesso a um ensino superior de qualidade!

Período de avaliação grátis

Na Ampli, você só começa a pagar as mensalidades só após testar o aplicativo e as aulas durante o período de free trial! Ah, se você quiser cancelar sua matrícula durante esse período, não precisa se preocupar, porque não receberá nenhuma cobrança, ok?

Comece sua vida profissional já!

Se você gosta de resolver quebra-cabeças e descobrir coisas usando as fórmulas numéricas, um curso de Matemática pode lhe interessar. Como vimos, uma sólida formação no curso superior pode ajudar em muitas carreiras diferentes.

Então, não perca essa oportunidade que pode ser muito importante para você! Aproveite para visitar o site da Ampli e fazer sua inscrição online no curso de Matemática!

Posts Recentes
Fique por dentro das nossas novidades e receba conteúdo exclusivo