- 0 Com

Mercado de trabalho em Relações Internacionais

Guia de Profissões

mercado de trabalho em relações internacionais

A carreira em Relações Internacionais tem sido melhor compreendida ultimamente e, logo, mais valorizada. Empresas estão buscando cada vez mais por profissionais que tenham habilidades de negociação para estabelecer parcerias e cultivar relacionamentos promissores com outras organizações.

Nesse artigo vamos entender melhor como é o mercado de trabalho em relações internacionais.

Formação em Relações Internacionais

O curso superior em Relações Internacionais forma profissionais capazes de estabelecer relacionamentos diplomáticos, políticos, militares, sociais e comerciais entre nações. Essa formação é oferecida como bacharelado e tem duração entre 3 e 5 anos.

Veja também: Quais são as diferenças entre Relações Internacionais e Comércio Exterior?

Por ser uma área que estuda os interesses de países e organizações a nível mundial, possui uma grade curricular interdisciplinar. A grade curricular do curso aborda conteúdos como geografia política, antropologia, ciência política, direitos humanos, economia e finanças internacionais e direito internacional.

Na Ampli, a graduação em Relações Internacionais tem 3 anos de duração. Você estuda a distância sem pausas e conquista seu diploma em menos tempo. Confira aqui a grade curricular do curso.

CTA relações internacionais ead na Ampli

De forma geral, a maioria das instituições de ensino solicitam a elaboração do TCC como requisito para obtenção do diploma. É muito importante também que durante a graduação o estudante realize estágios na área, para se preparar para o mercado de trabalho em relações internacionais.

Mercado de trabalho em Relações Internacionais

O internacionalista é responsável por mediar negociações comerciais, políticas, econômicas, sociais e militares entre pessoas, empresas ou governos distintos. O profissional formado em relações internacionais pode atuar em órgãos públicos, ONGs, consulados, indústrias, empresas de importação e exportação, e assessorias.

Por conta da atuação em negócios internacionais, o domínio de uma segunda língua pode ser pré-requisito para muitas vagas de emprego. Dessa forma, é importante se dedicar ao estudo de inglês ou espanhol instrumental para comércio exterior, por exemplo.

Entre os cargos que um internacionalista pode ocupar estão: Analista de Relações Internacionais, Analista de Importação e Exportação, Analista de Compras, e, Assessor Internacional.  São várias as possibilidades de atuação e abordaremos algumas delas abaixo:

Áreas de atuação em Relações Internacionais

Diplomacia governamental

Com certeza é a área mais lembrada e também a mais concorrida, já que para se tornar um diplomata é necessário realizar concurso público. A carreira de diplomata se inicia após o ingresso no Instituto Rio Branco, que pertence ao Ministério das Relações Exteriores.

Veja também: 5 dicas para montar uma rotina de estudos para concurso.

Para realizar o concurso, basta ter formação em curso superior de qualquer área. Quem é formado em Relações Internacionais, porém, possui vantagem devido ao conhecimento sobre política e economia adquirido na graduação.

Terceiro setor

Quando as instituições do terceiro setor decidem buscar apoio em outros países, deixando de depender exclusivamente do financiamento de empresas nacionais, é responsabilidade do internacionalista mediar essa negociação.

Assessorias especializadas

O serviço de assessoria oferecido pelo profissional de relações internacionais pode ser tanto para empresas privadas que desejam se internacionalizar quanto para órgãos públicos que desejam se estabelecer em território internacional.

Órgãos não-governamentais

Nessas instituições, o profissional de RI fica responsável por conseguir financiamento para que projetos possam ser executados. Desse modo, o Internacionalista é quem identifica oportunidades, faz a captação de recursos e fecha parcerias.

Qual é o salário de um profissional de Relações Internacionais?

Um profissional de Relações Internacionais ganha em média R$ 6.250,03*, de acordo com a pesquisa do salario.com.br. É muito comum que o profissional da área tenha jornadas de trabalho de uma média de 42 horas semanais.

*Acesso em julho de 2021. 

Salário por porte da empresa

De acordo com a pesquisa, profissionais de relações internacionais ganham em média R$ 6.397,23 em microempresas, R$ 5.695,31 em pequena e média empresa (PME) e R$ 7.520,87 em grandes empresas.

Cidades com maiores salários

A média salarial é calculada a partir do salário de profissionais de diferentes cidades. Assim, os valores mudam bastante de acordo com a localidade do profissional trabalha, bem como o tipo de atividade que ele desempenha. As cidades que oferecem os maiores salários para os Internacionalistas, são :

  • • Brasília, DF: média salarial de R$ 9.288,75
  • • Rio de Janeiro, RJ: média salarial de R$ 8.861,84
  • • Cascavel, PR: média salarial de R$ 8.683,33
  • • Goiânia, GO: média salarial de R$ 8.566,10
  • • Salvador, BA: média salarial de R$ 7.841,53

COMENTÁRIOS