networking profissional
- 0 Com

Networking profissional: o que é e como fazer?

Planeje sua Carreira!

networking profissional

Sabe quando uma pessoa conhece outra pessoa que, por sua vez, passa a conhecer outra pessoa? Isso acaba se tornando uma rede de contatos, cuja tendência é ficar cada vez maior. É esse o conceito de networking, pessoas que se conectam por motivos comuns e que formam uma verdadeira teia.

Aliás, a palavra teia cai bem nesta explicação. A aranha monta sua teia com apenas um fio, que acaba se tornando uma verdadeira conexão entre vários pontos. É essa a ideia de networking profissional. No post de hoje iremos entender melhor sobre o tema, para entender o que é e como fazer a sua.

Como surgiu o networking?

Digamos que o networking profissional sempre existiu, mas não com esse nome. Profissionais de antigamente tinham um caderno com telefones de outros colegas para entrar em contato em casos de necessidade – ou não. Cartões de visita, ainda tão presentes, eram colecionados em carteiras, nas quais eram guardados.

O que diferencia o networking de hoje do de antigamente é a facilidade que temos agora de alcançar estes contatos. 

O termo “networking” surgiu em 1997. Havia um site, o sixdegrees.com, que pode ser considerado uma das primeiras redes sociais. O que o site pregava era que havia seis graus de separação entre você e uma outra pessoa em qualquer lugar do mundo. Os usuários se conectavam, trocavam informações e passavam a conhecer outras pessoas.

Esse site não começou com o propósito de trocar contatos profissionais, mas serviu de exemplo para a criação de outras redes sociais, inclusive profissionais, mais adiante. E trouxe o conceito de networking para a vida real.

Por que o networking profissional é importante?

Há uma frase que diz “quem tem contatos, tem tudo”, e isso não deixa de ser verdade. Quando você conhece alguém que faz determinado serviço, ou sabe de alguém que conhece, o caminho para chegar até lá fica muito mais fácil. 

O networking nos ajuda, por exemplo, a ter contato com outros profissionais da mesma área. Sabe quando você admira um especialista em um assunto e se inspira no trabalho dele? Imagine ter o contato dessa pessoa e poder conversar de vez em quando para trocar ideias e reciclar conhecimentos?!

Veja também8 dicas para começar sua transição de carreira.

No mundo dos negócios, ter um networking profissional também ajuda a alavancar oportunidades profissionais. Assim, você pode tanto ter contatos de profissionais que prestam serviços regularmente para sua empresa. E fica fácil chamá-los quando você precisar de algum trabalho em particular. Tem também os colegas de profissão que trabalham em outras organizações. Pode aparecer uma boa oferta de emprego em outro lugar por meio de um bom relacionamento da sua rede.

Fazer networking é difícil?

Sabe aquela agenda de telefones que falamos lá no começo, que antigamente os profissionais tinham? Esta agenda foi construída ao longo do tempo e era guardada como se fosse um bem. A premissa é a mesma hoje, mas não precisamos da agenda de papel. Temos os celulares, e também as redes sociais, que facilitam muito a comunicação.

Assim, criar um networking profissional não é complicado. Podemos começar a organizar nossos contatos de celular em determinadas categorias, como colegas de faculdade, de trabalho, de fornecedores externos, de outras empresas. Isso facilita muito na hora de encontrar alguém ou de saber com quem você está falando.

Dessa forma, na hora de colocar os dados de uma pessoa, procure colocar nome completo, telefone, e-mail e endereço profissional, por exemplo. Quando precisar entrar em contato, você já terá todas as informações das quais precisa.

Como começar a criar uma rede de contatos?

Falamos dos colegas de faculdade e do trabalho. É uma ótima forma de começar a estabelecer seu próprio networking. Algumas dessas pessoas podem até se tornar seus amigos próximos, mas também serão muito bons contatos profissionais no futuro.

Para fazer networking profissional externo, há algumas formas. Uma delas é pelas redes sociais. O LinkedIn é a mais conhecida rede social profissional, e uma das mais antigas. Lá, os usuários trocam experiências de trabalho, contam histórias inspiradoras, divulgam seus negócios, e é uma forma bem completa de conhecer profissionais de outras áreas, em qualquer lugar do mundo.

Veja também: 4 dicas para entrevista de emprego online.

Mas as redes sociais que usamos no nosso dia a dia também funcionam muito bem. Seguir empresas ou personalidades é uma forma de saber o que elas estão fazendo, bem como ver as discussões que surgem em seus posts.

Networking é uma via de mão dupla

Manter sua rede de contatos requer tempo e cuidado. Não é de bom tom procurar alguém somente quando você precisa. Mostrar-se presente, perguntar como a pessoa está, oferecer alguma ajuda é uma forma ativa de estar sempre perto.

Falamos das redes sociais há pouco. Só ter um perfil e deixá-lo lá parado não traz muito retorno. Assim, procure atualizá-lo com frequência, falando do seu dia a dia, compartilhando suas experiências, divulgando seu trabalho ou cursos que fez. São informações que podem até ajudar outras pessoas.

Aproveite feiras e congressos da sua área para conhecer mais pessoas. Inclusive é uma ótima forma de ampliar sua rede de contatos com pessoas de fora da sua convivência. Sem contar que esses eventos são ótimos para se manter atualizado com as tendências do seu ramo de trabalho.

Fale de você, mas sem se mostrar superior. Fale das suas habilidades, do que faz, como trabalha, sem ser “o sabe-tudo”. Destacar-se é bom, mas sem perder a humildade de estar disposto a aprender, sempre. Criar um networking profissional é um processo muito enriquecedor para o trabalho e para a vida. Considere começar a montar o seu já que as oportunidades irão aparecer!

COMENTÁRIOS