áreas de ti mais bem pagas
- 0 Com

[Guia 2022] Conheça as áreas de TI mais bem pagas

Guia de Profissões

áreas de ti mais bem pagas

O mercado de trabalho em TI se mostra muito promissor e vem crescendo a cada ano no Brasil e no mundo. De acordo com dados da Accenture, a expectativa é que a economia digital, baseada em hardware e software e telecomunicações, seja responsável por 25,1% do PIB brasileiro em 2021.

Durante a pandemia, parte dos problemas que enfrentamos foram mitigados a partir da tecnologia, seja com ações referentes a produtos e serviços digitais, telecomunicação, e-commerce, serviços em nuvem, internet das coisas, entre outras. Assim, há perspectiva que no futuro tenhamos uma intensificação na busca de profissionais da área de TI para atuar no desenvolvimento de soluções para os problemas da sociedade.

Por conta disso, os salários pagos a estes especialistas tendem a ser mais altos. Veremos quais são as áreas de TI mais bem pagas.

Áreas de TI mais bem pagas

Para este levantamento, usamos os dados do site salario.com.br que faz um levantamento das remunerações recebidas em todas as cidades brasileiras, bem como um cálculo médio desses salários. Vale lembrar que há diferenças entre níveis de experiência, de estudo, as cidades onde eles residem e o porte da empresa.

Veja também: 8 passos para iniciar sua carreira em TI.

Gerente de Segurança da Informação

O Gerente de Segurança de Tecnologia da Informação é responsável por garantir a integridade, legitimidade e autenticidade das informações, como dados pessoais, dados bancários e outros. Através de criptografias, protocolos de segurança, certificações e assinaturas digitais, é possível que essas informações não sejam acessadas indevidamente.

Assim, o Gerente de Segurança da Informação deve estar atento às tentativas de invasão, brechas nos sistemas, além de estar sempre atualizado sobre novas tecnologias mais seguras. Afinal, ele precisa pensar à frente dos criminosos virtuais, que aproveitam falhas na segurança para agir. Por conta do nível de responsabilidade desse profissional, essa se torna uma das áreas de TI mais bem pagas. O salário médio do gerente é de R$ 12.877,00.

Gerente de Desenvolvimento de Sistemas

Quando um cliente chega a uma empresa que desenvolve softwares, ele busca uma solução para um problema. E pode ser qualquer um. Assim, os programas tradicionais podem não ser exatamente aquilo que os clientes procuram, e por isso, buscam uma solução personalizada.

Dessa forma, o Gerente de Desenvolvimento de Sistemas trabalha tanto no contato com o cliente quanto no acompanhamento do projeto. O gerente deve entender o que o cliente precisa e pensar em como criar um programa que atenda às suas necessidades. Além de conhecer linguagens de programação, ele precisa ter conhecimento de gestão de processos, projetos e de sistemas de informação. O salário desse profissional é em torno de R$ 12.149,00.

Engenheiro de Software

É o engenheiro de software é responsável pela criação, modelagem, validação e manutenção de softwares que o cliente precisa. A partir de linguagens de programação, metodologias e técnicas específicas, este profissional é capaz de fazer tudo funcionar, com eficiência e qualidade.

Veja também: Conheça as profissões em alta no setor da tecnologia.

O engenheiro atua em empresas de software que criam soluções empresariais e até mesmo dentro de grandes multinacionais de informática. Ele também pode ser um freelancer e fazer consultorias ou trabalhos autônomos. O salário médio de um engenheiro de software é de R$ 9.393,00.

Engenheiro de Suporte de Sistemas Operacionais

O Engenheiro de Suporte de Sistemas Operacionais é o profissional que ‘apaga incêndios’ em empresas. Quando há algum software que dá problema na sua operação, é ele quem é acionado. E isso acontece de forma mais frequente do que se imagina. Quando centenas ou milhares de pessoas usam um determinado programa, a probabilidade de que algo possa dar errado aumenta. Afinal, com o uso em massa, o programa é levado ao limite, e pode apresentar problemas operacionais que não haviam sido pensados antes.

Dessa forma, o engenheiro precisa acessar a linguagem de programação e entender qual foi o problema. Assim, além de solucionar esse incidente, ele já pode pensar em atualizações no sistema para serem disponibilizadas aos demais clientes. O salário médio de um Engenheiro de Suporte de Sistemas Operacionais é de R$ 9.393,00.

Especialista em Redes de Computação

Ele atua de forma parecida com o de Sistemas Operacionais, mas em outro ramo. Quando há algum problema de comunicação entre computadores, dispositivos e redes de uma empresa, é ele quem é chamado. Assim, o engenheiro precisa fazer um diagnóstico e encontrar a falha na rede que ocasionou a queda no sinal, que é um dos problemas que mais acontecem.

.Podem ser problemas de todos os tipos. Dos físicos (como cabos rompidos) até falhas de programação ou invasão de sistema. É um problema que precisa ser resolvido com rapidez para restabelecer a comunicação e manter a empresa funcionando devidamente. O salário deste especialista é de R$ 8.389,00.

Engenheiro de Dados

Atualmente, estamos cercados de dados e informações de todos os tipos. Com a popularização da internet, a qualidade de dados aumenta exponencialmente. E para transformar essas informações em conhecimento que possam gerar resultados para as empresas, é possível utilizar a tecnologia. Para gerenciar essa quantidade astronômica de informações, engenheiros de dados são as pessoas mais indicadas.

Eles sabem como lidar, processar e usar os dados a favor das empresas. Há tecnologias e técnicas específicas para tornar o trabalho mais preciso e que trazem informações importantes que farão a diferença para as instituições. O salário médio deste profissional é de R$ 8.884,00.

Data Base Administrator (DBA)

O profissional de DBA é o administrador de banco de dados. Fica sob sua responsabilidade o cuidado com as informações que a empresa possui. Aqui falamos de dados pessoais de associados, clientes, prontuários de pacientes, dados bancários, governamentais e de pesquisas, só para ficar em alguns exemplos.

O administrador de banco de dados é como uma espécie de guardião também. Ele deve saber acessar esses dados, quando solicitados, e cuidar para que esses não sejam indevidamente acessados. O salário deste profissional é de R$ 6.732,00.

Ainda não sabe qual curso de tecnologia fazer? Faça o nosso quiz e descubra o que mais combina com você!

COMENTÁRIOS