como colocar cursos em andamento no curriculo

Saiba como colocar cursos em andamento no currículo

O currículo é a nossa vitrine profissional. Precisa ser sempre bem organizado, com cursos e formações profissionais sempre dentro do que o mercado espera de você. E como fazer o seu currículo chamar mais atenção dentre os que o recrutador recebe? Um deles é colocar os cursos que está fazendo no momento. Isso mostra que você se preocupa em se atualizar. Mas, como colocar cursos em andamento no currículo? Veremos a seguir como fazer.

Itens do currículo

O cabeçalho do currículo deve apresentar seu nome, cidade onde mora, telefone, e-mail e redes sociais profissionais (se for o LinkedIn, melhor ainda). Colocar a idade é opcional. Não há a necessidade de se colocar números de documentos. Foto também não. Aprenda como colocar cursos em andamento no currículo.

Logo abaixo do cabeçalho, vem o objetivo profissional. Aqui entra o que você quer fazer na empresa. Pode ser “atuar na área de vendas/marketing/operações” ou qualquer outra na qual você tenha experiência. Depois disso, um resumo profissional. Aqui, em poucas linhas, você fala mais sobre sua trajetória. 

Veja também: Saiba como fazer um currículo para primeiro emprego.

Em seguida, as experiências profissionais. A ordem é decrescente, ou seja, da mais nova para a mais antiga. Coloque o local onde trabalhou, período, cargo ocupado e uma descrição simples das suas atividades. Assim, até esse momento você já terá mencionado suas hard skills e soft skills no currículo.

O próximo item é a formação acadêmica. Liste aqui as faculdades e pós-graduações que fez. Escreva o período no qual estudou, o nome do curso e a instituição onde estudou. Depois, os conhecimentos adicionais, como certificações, cursos livres e de extensão. Abaixo disso, os idiomas que sabe e qual o nível de conhecimento (iniciante, intermediário ou avançado). Agora você está pronto para montar o currículo perfeito!

modelo de currículo pronto grátis

E como colocar os cursos que estou cursando?

Se for a graduação ou pós-graduação, indique a informação “cursando”, escreva o nome do curso e o nome da instituição de ensino, seguido da previsão de término. Isso vale também para os cursos livres e de idiomas. Isso ajuda o recrutador a ter uma ideia sobre o andamento da sua nova formação. Veja o exemplo abaixo:

[Cursando] Graduação em Radiologia – Ampli (2019 – 2022)

Esses cursos são uma informação valiosa para quem está analisando currículos. O recrutador pode dar mais importância a um profissional que não tenha tanta experiência, mas que mostre estar em constante atualização. Isso indica que você está em busca de novidades e de reciclar o que já sabe. Por isso, procure sempre fazer algum curso, nem que seja uma vez ao ano. Além de trazer novidades para a sua carreira profissional, contará pontos lá na frente, no caso de uma nova busca por emprego.

Currículo digital ou em papel?

Depende da empresa para onde você enviará. Hoje, muitas aceitam o formato digital, via e-mail, para analisar candidatos às vagas abertas. Mas há casos em que a versão impressa pode ser mais interessante. Um colega seu pode pegar o seu currículo e deixar na mesa do departamento de RH. É inegável que a forma de acessar esse documento em papel é absolutamente mais fácil do que em computador. 

Mas essa não é a tendência. Muitas empresas já buscam candidatos via LinkedIn ou em sites específicos de emprego. Há até os que fazem algumas etapas do processo seletivo online. Isso já ajuda o recrutador a fazer uma pré-seleção dos candidatos.

Veja também: 4 dicas para entrevista de emprego online.

Por outro lado, caso queira enviar currículos para os departamentos de RH das empresas mesmo sem vagas abertas, a forma digital ainda é a mais indicada.

Um currículo para várias vagas?

Não. Mesmo porque cada vaga é única, e alguns trechos do currículo devem ser modificados. Um deles é o do objetivo profissional, Não parece sensato ao recrutador pegar um currículo cujo objetivo profissional ‘ser um funcionário aplicado e esforçado’ se ele mesmo não pontua uma realização sua. Falar que é esforçado é fácil e muita gente o faz, o que vai te destacar é justamente falar sobre o que você fez e trouxe de bom. Sem arrogância, nem superioridade. 

Veja também: 8 dicas para iniciar sua transição de carreira.

Assim, para cada vaga, veja como está este item e modifique-o para melhor atender às necessidades da empresa. Dessa forma, a empresa verá que você já está razoavelmente informado para a vaga e que vale fazer uma entrevista para te conhecer melhor.

Aparência do currículo

O currículo deve ter, no máximo, duas páginas. Mais do que isso, cansa o recrutador. Se tiver experiências profissionais muito antigas, a não ser que elas sejam muito relevantes, podem ficar de fora. O mesmo acontece com os cursos. Se há algo muito importante, mas concluído há muitos anos, pode ficar de fora. 

Essa dica não vale para a formação profissional. Essa informação é uma das mais importantes, dependendo do tipo de vaga a qual você está concorrendo. Você pode ter se formado há mais de 20 anos, mas é sua formação e sua profissão. Deve constar. Uma vez com o currículo em dia, agora é enviar para os departamentos de Recursos Humanos uma vitrine bastante atraente e que chame bem a atenção dos recrutadores.

Posts Recentes
Fique por dentro das nossas novidades e receba conteúdo exclusivo