mercado de trabalho em recursos humanos
- 0 Com

Mercado de trabalho em Recursos Humanos

Guia de Profissões

mercado de trabalho em recursos humanos

Em uma empresa, é o setor de Recursos Humanos (conhecido como RH) que gerencia todo o quadro de funcionários. É o RH que verifica se há a necessidade de contratação de mais profissionais, ou a dispensa deles, bem como a importância de se elaborar programas de treinamento adicionais. É esse setor que também ouve as demandas dos colaboradores e procura gerenciar conflitos, entre eles próprios ou com a empresa. Saiba mais sobre o mercado de trabalho em recursos humanos.

Já se foi o tempo que o setor era chamado de “DP” (Departamento Pessoal) – embora ele ainda tenha esse nome em algumas organizações – e era responsável somente pelo registro do ponto (a chegada e a saída do trabalhador), a concessão de benefícios e o pagamento dos salários. Hoje, as empresas entendem que seus colaboradores são como ativos e, como tais, precisam ser bem gerenciados e acompanhados.

Para tratar desse novo conceito de Recursos Humanos, há cursos superiores voltados especificamente para o setor. Os profissionais especializados têm habilidade para entender o universo organizacional, os direitos trabalhistas e como elaborar projetos de engajamento com a empresa. Vamos conhecer um pouco mais do mercado de trabalho em recursos humanos.

O que faz o setor de Recursos Humanos?

O papel principal do RH é o de recrutamento e seleção de novos colaboradores. Há tecnologias e métodos para selecionar os melhores candidatos a determinadas posições. Até softwares podem ser utilizados para fazer essa primeira seleção, que pode ser feita online. Eles analisam o perfil por meio de testes e veem quem tem uma abordagem mais analítica, holística, de liderança, de trabalho em equipe…são essas características que determinam quem tem mais condições de assumir uma vaga em particular.

Veja também: 4 dicas para entrevista de emprego online.

Uma vez que o candidato foi escolhido, ele passa por um processo de seleção e treinamento para poder exercer a função. E esse processo é contínuo: de tempos em tempos, esses funcionários passam por desenvolvimento pessoal e profissional. Isso também tem a ver com a avaliação do seu trabalho. O seu gestor imediato começa esse trabalho, de dar o que se chama de ‘feedback’, e o RH faz o processo de aperfeiçoamento do seu quadro de funcionários.

É papel dos Recursos Humanos colaborar para um bom clima organizacional. Afinal, as pessoas passam a maior parte do seu dia dentro da empresa. Para que o trabalho seja produtivo em um clima amigável, o ambiente deve estar preparado. Todo mundo ganha: o funcionário, que trabalha melhor, e a empresa.

Veja também: Gestão de Pessoas é o mesmo que Recursos Humanos?

Mas o RH também tem funções mais operacionais, como o registro dos colaboradores, pagamento de salários e benefícios, organização das férias, verificação das leis trabalhistas e tudo o que diz respeito à parte de documentação.

Formação em Recursos Humanos

Esta formação é oferecida na modalidade superior tecnológico e tem um ano e seis meses de duração. É uma formação rápida, que prepara o profissional para entrar no mercado de trabalho em menos tempo, mas com um embasamento amplo e sólido para lidar com o setor.

curso de gestão de recursos humanos ead da ampli

A grade curricular do curso tem matérias como Gestão de Projetos, Legislação Empresarial Aplicada, Gestão de Pessoas, Responsabilidade Ambiental, Modelos de Gestão e Matemática Financeira. Também entram na lista disciplinas como Comportamento Organizacional, Rotinas Trabalhistas e Departamento Pessoal, Auditoria em RH, Recrutamento e Seleção, Saúde e Segurança no Trabalho e Planejamento de Carreira.

Mercado de trabalho em Recursos Humanos

O profissional de Recursos Humanos não terá dificuldades de encontrar emprego, visto que praticamente todas as empresas precisam de um departamento especializado para gerenciar seus colaboradores. Assim, o profissional pode tanto ser um gerente de RH quanto atuar em setores específicos dentro deste departamento, dependendo do tamanho da empresa.

Departamento Pessoal

Aqui, o responsável vai gerenciar a parte burocrática dos funcionários da empresa: controle dos horários de entrada e saída, pagamento de benefícios (vale-transporte, alimentação, refeição, convênios médicos), liberação de investimentos adicionais para cursos, monitoramento de atestados médicos, etc. Além disso, irá gerenciar os salários, como aumento de rendimentos, ou horas trabalhadas, bem como as horas extras ou banco de horas é também atribuição do profissional de RH.

Treinamento e Desenvolvimento

O profissional também pode pensar em métodos e técnicas para elaborar planos de treinamento para novos funcionários ou para os que já estão há mais tempo, para aperfeiçoamento e atualização dos hard skills e soft skills. Isso faz diferença em organizações que lidam com mudanças de programas de computador, ou técnicas de venda, por exemplo.

Recrutamento e Seleção

É aqui que o profissional vai atuar na seleção de candidatos a vagas dentro da empresa. Ele faz o procedimento de seleção, entrevista, testes adicionais, intermediação com os gestores do setor, até chegar ao candidato ideal para a vaga.

Qual é o salário de um analista de RH?

De acordo com o site salario.com.br, que faz um levantamento dos rendimentos dos profissionais em todo o Brasil com base em dados do governo, o salário médio de um analista em RH é de R$ 3.098,23. Mas, esse valor pode variar muito de acordo com a cidade e o nível de experiência do profissional.

As cidades que melhor remuneram os analistas são São Paulo (SP), com R$ 4.049,00; Rio de Janeiro (RJ), com R$ 3.839,00; Barueri (SP), com R$ 3.772,00; Belo Horizonte (MG), com R$ 3.263,00; e Curitiba (PR), com R$ 3.164,00.

São nessas cidades que também se contratam mais analistas de RH, especialmente porque são nessas cidades que existem grandes empresas ou escritórios, geralmente com filiais em todo o Brasil. Os departamentos de Recursos Humanos usualmente ficam nas sedes e suas diretrizes são comunicadas às outras unidades dentro do território nacional.

As empresas que melhor remuneram os analistas de RH são as de desenvolvimento de software, nas quais o gerente de Recursos Humanos ganha R$ 9.692,00; a de consultoria em Tecnologia da Informação, na qual o gerente de RH ganha R$ 8.451,00; e os gerentes de RH de empresas de consultoria empresarial, com salários de R$ 8.212,00.

COMENTÁRIOS