faculdade de letras
- 0 Com

Faculdade de Letras: conheça 3 cursos para fazer hoje!

Guia de Estudos

faculdade de letras

A Faculdade de Letras habilita o graduando a se tornar professor de determinadas disciplinas e atuar na rede pública e privada de ensino, na educação básica.

Há três cursos de letras que estão muito presentes na rotina dos estudantes, do ensino infantil ao ensino médio: a Faculdade de Letras – Português, a de Letras – Português e Inglês, e a de Letras – Português e Espanhol. Para quem quer começar a carreira na área de Letras, esses cursos são uma ótima oportunidade. Veja com mais detalhes cada um deles.

Faculdade de Letras

Curso de Letras – Português

O curso mostra em minúcias como funciona a nossa língua. Afinal, para ensinar, é necessário ter um conhecimento profundo do idioma. Assim, aulas de Gramática, Morfologia e Sintaxe da Língua Portuguesa se fazem necessárias. São essas disciplinas que mostram como a língua funciona. Quando começamos a ter esses conhecimentos, passamos a olhar os textos de outra forma.

faculdade de letras

Para se tornar professor, também é fundamental ter aulas de Didática. Essa disciplina é a que traz as metodologias de ensino, que é a forma de levar o conhecimento ao aluno. Entender sua realidade, a da escola, e o contexto na qual ela está inserida ajudam muito o professor a elaborar um plano de ensino mais adequado.

Veja também: Em quais modalidades de ensino o profissional de Pedagogia pode atuar?

A disciplina de literatura da Língua Portuguesa entra na lista para que o aluno possa conhecer os principais autores portugueses e brasileiros. Eles são referência para nossa cultura até hoje. Aulas de Fonética (que estuda os sons das letras e sílabas) e Semiótica (o estudo da construção do significado) compõem a grade curricular.

Curso de Letras – Português e Inglês

O curso traz conhecimentos dos idiomas de português e inglês, tanto na parte gramatical quanto na literatura. Afinal, a disciplina de Inglês faz parte da grade curricular dos ensinos básico e médio, e professores habilitados a ensinar nesse idioma são essenciais.

O graduando tem aulas de Didática, Realidades do Ensino Brasileiro e Educação Inclusiva para se tornar um professor mais completo. Assim, ele pode desenvolver um plano de educação que se adapte às realidades dos alunos.

Por abordar dois idiomas, o curso também tem aulas de Inglês, bem como de Literatura Inglesa. Dessa forma, o graduando poderá dar aulas também em escolas de idiomas, que vão ensinar outras pessoas a se comunicar na língua de Shakespeare. Inclusive, na grade curricular, há uma matéria específica que mostra metodologias de ensino de Português e Inglês. 

Curso de Letras – Português e Espanhol

Os alunos que optam pelo idioma de Gabriel García Márquez tem à disposição uma grade curricular com aulas de Gramática Espanhola. Isso ajuda muito o aluno a entender o idioma e eliminar muitas confusões que acontecem entre o Português e o Espanhol. Como são línguas que vieram do latim, têm muitas similaridades, mas também diferenças marcantes.

O curso forma professores para lecionar nas escolas do ensino básico e médio (visto que algumas oferecem o espanhol no currículo), e também em escolas de idiomas. Falar Espanhol hoje passou a ser uma necessidade, já que o relacionamento comercial com nossos vizinhos da América do Sul é mais intenso.

Há também aulas de Literatura Portuguesa, Brasileira e Espanhola para mostrar ao graduando a variedade de narrativas e histórias que compõem nossa cultura. Elas ajudam, também, a despertar o interesse pela leitura nos alunos, de modo que eles absorvam esse conhecimento para a vida.

Estágios obrigatórios

Todos os cursos de licenciatura possuem estágios obrigatórios. São os estágios que farão o aluno ter contato com o dia a dia da profissão. Os alunos são orientados por um professor que avalia a atuação do graduando dentro da escola.

Assim, o estagiário pode passar um período assistindo aulas, ou auxiliando o professor titular, e até orientando os alunos dentro da sala. O graduando também pode participar do processo de elaboração de aulas. É essa vivência que fará o futuro professor conhecer sua realidade assim que terminar o curso.

Veja também: Saiba como fazer o currículo para primeiro emprego!

O graduando precisa fazer um relatório sobre esse período de estágio para narrar como está sendo a experiência. Essa documentação é registrada e arquivada, de forma a cumprir as horas necessárias para se encerrar esse período. Outro benefício dos estágios é fazer contatos dentro das escolas, o famoso networking profissional.

Mercado de trabalho em Letras

O profissional de Letras – Português, Letras – Português e Inglês e Letras – Português e Espanhol tem na sala de aula seu grande local de trabalho. Para entrar no ensino público, é necessário ficar de olho em concursos públicos para professor. Uma vez aprovado, o futuro professor poderá começar a sua carreira.

Veja também: 5 dicas para montar uma rotina de estudos para concurso.

Nas escolas do ramo privado, é necessário ficar de olho nas vagas que aparecem nas instituições. Essas costumam fazer processos seletivos para preencher o quadro de profissionais. Isso acontece tanto no ensino básico e médio quanto em escolas de idiomas.

Outro campo interessante de trabalho são as editoras que produzem os livros didáticos, recomendados pelos professores nas escolas. E ninguém melhor que um professor para elaborar um livro para o dia a dia da sala de aula. Assim, eles participam do processo de elaboração de novos títulos ou da revisão dos já existentes. 

Os especialistas também podem atuar como revisores, e aí estamos falando de livros de todos os assuntos. Os profissionais devem revisar as provas finais antes dessas irem para a gráfica. Assim, para quem gosta do mundo dos livros, letras e ensino, os cursos de Letras – Português, Letras – Português e Inglês e Letras – Português e Espanhol são ótimas opções!

COMENTÁRIOS