mercado de trabalho em administração
- 0 Com

Mercado de trabalho em Administração

Guia de Profissões

Imagine que você tenha uma empresa com alguns funcionários e que você produza, por exemplo, ferragens. Aqui vamos pensar em pregos, parafusos e demais acessórios para construção. Você não trabalha sozinho: precisa de pessoas para operar as máquinas, receber as matérias-primas, fazer a gestão de estoque e insumos, acompanhar as vendas e as entregas do produto.

Substitua o exemplo de fábrica de ferragens para qualquer outro produto: sorvetes, eletrodomésticos, softwares. Ou lojas que revendem esses produtos. A presença de um administrador é fundamental para que tudo saia conforme o combinado e o processo corra de forma redonda. Mas, como é o mercado de trabalho em administração? Veremos abaixo com mais detalhes.

Formação em Administração

O curso de Administração é oferecido na modalidade bacharelado e tem tempo de duração entre 3 e 6 anos. A grade curricular conta com matérias como Legislação Empresarial, Contabilidade, Gestão de Pessoas, de Projetos e Economia. Há também disciplinas que falam de Empreendedorismo, Modelos de Gestão, Análise de Custos e Estratégia Empresarial.

Uma das aulas que mais falam do curso em si é Teorias de Administração. Ao longo dos anos, muito se estudou sobre as melhores formas de se administrar uma empresa. Nessa jornada, teorias foram formuladas para tornar o processo mais fácil. O interessante é ver como aconteceu a evolução dessas teorias até chegar às atuais.

Veja também: Processos Gerenciais ou Administração? Veja qual é o melhor curso!

Mas os futuros administradores também têm aulas de Matemática Financeira, Planejamento Tributário, Capital de Giro e Legislação Trabalhista. Disciplinas de Marketing, Pesquisa Mercadológica, Mercado de Capitais e Planejamento Financeiro entram na lista. Como todo administrador, ele também terá matérias de Gestão, como a Ambiental, da Produção, da Cadeia de Suprimentos e de Controle de Qualidade.

Mercado de trabalho em Administração

Com uma formação tão ampla, não é difícil encontrar uma oportunidade no mercado de trabalho em administração. Administradores podem atuar na parte financeira, logística, recursos humanos, produção, até gerência geral e direção da empresa. E empresas dos mais diferentes tipos, de indústria, prestação de serviços, bancos e até mesmo dentro do serviço público.

Afinal, para controlar todo o processo produtivo e de vendas, realizar gestão de estoques e as entregas de produtos, esse conhecimento é fundamental. O administrador tem bastante versatilidade para se encaixar em vários setores dentro da empresa

As possibilidades de especialização são muitas. Uma vez formado, o profissional pode escolher o ramo com o qual quer atuar e fazer uma pós-graduação. A vantagem de se ter uma pós é a valorização do currículo. Esses administradores podem ocupar cargos de direção ou gerência em empresas, com salários maiores.

Quanto um Administrador ganha?

De acordo com o site salario.com.br, o salário médio de um administrador é de R$ 4.215,63. Vale lembrar que esse valor é calculado com base nos rendimentos destes profissionais em todo o Brasil, nas várias faixas etárias e níveis de experiência. Da mesma forma, o piso salarial deste especialista, que é quando ele começa a carreira, é de R$ 3.847,56. Já o teto salarial é de R$ 9.998,89. As cidades que melhor remuneram os administradores são:

  • São Paulo (SP), com R$ 4,842,00;
  • Rio de Janeiro (RJ), com R$ 4,573,00;
  • Barueri (SP), com 4.003,00;
  • Belo Horizonte (MG), com R$ 3.700,00;
  • Curitiba (PR), com 3.544,00.

Esses salários também são uma média de quanto os profissionais ganham. Assim, precisamos ter em mente que esses rendimentos mudam de acordo com quantos anos de experiência o profissional tem, bem como o nível de escolaridade. Vamos ver quais setores melhor remuneram os profissionais de Administração.

Bancos comerciais

Em bancos e instituições financeiras, os administradores podem atuar em áreas como comercial, financeiro, crédito, câmbio e vendas, entre muitas outras. Entre os maiores salários nos níveis gerenciais estão o de diretor financeiro, de R$ 32.791,00; de produtos bancários, de R$ 27.316,00; e comercial, de R$ 26.959,00. Já os gerentes de agência ganham R$ 6.662,00; os administrativos, R$ 5.405,00; e de vendas, R$ 5.141,00.

Consultoria e Gestão Empresarial

Pode ser tanto empresas que fazem consultoria de administração para outras empresas, ou até mesmo um funcionário interno que gerencia diversas funções na organização. É um campo importante de atuação, visto que muitas instituições precisam de certificados de qualidade, que demandam auditorias frequentes e de alguém que aponte as inconformidades. Diretores comerciais ganham R$ 27.990,00; os gerais de empresas R$ 25.275,00; e os administrativos, R$ 25.395,00. Gerentes financeiros levam R$ 8.005,00; de Recursos Humanos, R$ 7.495,00; e de logística, R$ 6.362,00.

Desenvolvimento de softwares

A área de TI é uma das que mais crescem no Brasil e no mundo. Para dar conta da demanda de produtos e serviços prestados, além de ter funcionários que entendam de linguagem de programação, é fundamental ter quem administre toda a estrutura. É onde entram os administradores. Os diretores gerais e de empresa ganham R$ 21.018,00; o administrativo, R$ 19.530,00; e o gerente de riscos, R$ 17.569,00.

COMENTÁRIOS