Engenharia de Software
- 0 Com

Veja tudo o que você precisa saber sobre a área de Engenharia de Software!

Guia de Profissões

Engenharia de Software

Se você está buscando uma carreira que misture constante inovação, uso de tecnologia e muita demanda por profissionais no mercado, a Faculdade de Engenharia de Software pode ser a melhor opção para o seu futuro. 

Quem investe em uma Faculdade para trabalhar em TI e desenvolvimento se forma em um setor muito aquecido e em constante transformação para profissionais dinâmicos e que gostam de fazer a diferença na vida das pessoas.

Que tal, então, conhecer mais sobre essa área e tudo que ela tem a oferecer para o seu futuro? Neste artigo, respondemos às principais perguntas sobre a profissão e ajudamos você a decidir se essa é a opção certa para seu perfil. Boa leitura!

Como funciona a área de Engenharia de Software?

A área de Engenharia de Software engloba a atuação de profissionais de concepção, desenvolvimento e gestão de aplicações digitais. Podem ser programas, ferramentas, funcionalidades, aplicativos mobile, sistemas de informação e todo tipo de solução entregue em forma de software para empresas e consumidores finais.

Dentro desse escopo, a área de Engenharia de Software é bastante extensa e variada. Profissionais que fazem carreira na área podem se especializar em diversas linguagens de programação, plataformas de interação e até mesmo papéis distintos dentro desses processos: desenvolvimento técnico, ideação, gestão de projetos, administração, análise de dados, etc.

Portanto é uma área para profissionais que gostam de uma rotina dinâmica e movida à inovação. O engenheiro de software precisa transitar entre diversas funções e etapas do desenvolvimento de aplicações, com uma habilidade especial para criar pontes entre ideias de soluções digitais e sua construção na prática.

Vale lembrar também que a Engenharia de Software é uma graduação na área de exatas. Portanto, você tem que ter gosto por conceitos matemáticos, programação lógica e fundamentos de algoritmos.

Como está o mercado de Engenharia de Software?

Dois pontos atraem muitas pessoas para uma carreira em Engenharia de Software: primeiro que é uma área com demanda constante e bastante valorização dos profissionais; segundo que é uma das áreas que mais se espera evolução no futuro.

Não é muito difícil perceber como engenheiros de software serão cada vez mais importantes para o mercado. Com nosso processo de transformação digital como sociedade, a criação e distribuição de programas e aplicativos vem se tornando uma necessidade para as empresas.

É uma área de atuação que hoje se demanda em qualquer tipo de escopo de produção:

  • a empresa que precisa de soluções próprias para aumentar a produtividade;
  • o negócio que precisa de um aplicativo para vender online;
  • a indústria que investe em automação para produzir mais e melhor;
  • o público geral que busca soluções práticas de organização e lazer em suas vidas.

Nesses contextos, existem duas formas de atuar no mercado de trabalho de TI como engenheiro de software: como parte da TI de uma empresa ou até mesmo como freelancer.

Sim, esse lado também atrai muitos talentos. Com as habilidades necessárias para transformar ideias em aplicações inovadoras, profissionais da área podem até mesmo criar seus próprios produtos digitais. Na era das startups, essa capacidade pode significa um novo negócio disruptivo no futuro.

Seja por conta própria ou participando de equipes empresariais, engenheiros de software têm uma área bastante variada para explorarem suas habilidades e crescerem na carreira.

A prova disso são as conclusões levantadas em uma importante pesquisa sobre o mercado pela ABES, que apontou números como investimentos de US$13,2 bilhões no país em um ano para desenvolvimento de software.

O estudo já mostrava que a tendência para 2021 era de investir ainda mais no setor, principalmente em áreas empresariais como Segurança de TI, Cloud e Inteligência de Negócio. Veremos em breve que são apostas que seguem firmes para os próximos anos.

Por último, é preciso levantar um ponto muito importante para quem quer voar na carreira. A Engenharia de Software é uma profissão com muita demanda no mundo inteiro e, por sua natureza digital, oferece a oportunidade para profissionais trabalharem em diversos países — fisicamente ou de maneira remota.

Ou seja, a Engenharia de Software pode fazer você ganhar o mundo, ter sempre novos desafios e ver seu trabalho valorizado.

Quais são as tendências para Engenharia de Software?

Para que você entenda melhor o futuro dessa carreira e quais áreas vão ter mais demanda para profissionais no futuro, listamos agora as tendências de Engenharia de Software para os próximos anos. Confira.

Segurança da Informação

Uma das grandes preocupações do mercado hoje é proteger os dados que são utilizados em software, tanto das empresas quanto de seus consumidores.

É por isso que todo engenheiro de software hoje está pesquisando sobre a Lei Geral de Proteção de Dados, uma determinação que vai guiar muito a forma como desenvolvedores trabalham no futuro.

Segurança da Informação é o conjunto de ferramentas, sistemas e processos que visam proteger o banco de dados de um negócio de possíveis ataques que possam comprometer a confidencialidade de sua rotina e de seus clientes.

Desenvolvimento mobile

Quando se fala em Engenharia de Software para o público final (serviços digitais, redes sociais, jogos digitais, aplicativos de compra e comida etc.), a plataforma que vem logo na nossa mente é o celular.

Afinal, ter um smartphone no bolso vem transformando a rotina de todos nós e nossa relação com o que consumimos, como interagimos e muito mais. Por trás de toda essa transformação, estão os engenheiros de software.

Saber desenvolver para mobile é algo que você já pode planejar no seu preparo para a profissionalização. Muitas empresas estão buscando talentos que conseguem criar experiências interessantes usando o aparelho e pagam bem para quem é bom nisso.

Sem contar, claro, com a possibilidade de criar seus próprios apps e, quem sabe, iniciar um negócio a partir de uma ideia inovadora.

Realidades Virtual e Aumentada

Nos últimos anos, as Realidades Virtual e Aumentada ganharam muita força por motivos diferentes. A RV, ou VR (como é mais conhecida), está em alta por conta de novos dispositivos para imersão em mundos digitais, com produtos de gigantes como Meta, HTC, Valve e Sony.

Já a RA, ou AR, tira proveito de câmeras de celulares cada vez melhores para trazer o mundo digital para o real por meio da tela de toque. Na área de jogos, de arquitetura, de vendas, entre muitas outras, Realidade Virtual e Realidade Aumentada podem ser as áreas mais aquecidas para engenheiros de software nos próximos anos.

Game Design

Falando em jogos, muitas pessoas se formam em Engenharia de Software para se tornarem Game Designers competentes. Nesse caso, o seu trabalho é desenvolver experiências interativas que unam desafios, narrativas e dinâmicas inovadoras para conquistar os jogadores.

Além de ser uma indústria em crescimento no Brasil, existe ainda uma deficiência em profissionais qualificados para a área, o que valoriza ainda mais quem investe em suas habilidades. Falando do nosso país, isso significa principalmente o desenvolvimento de jogos mobile — que representam 47% do mercado.

Inteligência Artificial

Agora vamos entrar mais a fundo em algumas tendências de Engenharia de Software ligadas ao trabalho empresarial. Principalmente, a atuação do profissional especializado em áreas de TI.

A Inteligência Artificial hoje é muito importante para empresas por auxiliar a análise de dados de mercado e clientes para desenvolver estratégias de negócio. É um conceito chamado BI, ou Business Intelligence.

Para isso, elas contratam engenheiros de software capazes de programar algoritmos dotados de Machine Learning, um processo em que o próprio programa aprende a melhorar seu desempenho com reforços positivos e negativos de tentativas anteriores.

Algumas aplicações de Machine Learning estão nas nossas vidas mesmo que a gente não perceba. Aplicativos como Spotify e Netflix sugerem conteúdo aprendendo o que gostamos de consumir. Redes sociais como YouTube e TikTok mostram vídeos cada vez mais alinhados com nossos gostos.

Por trás desses algoritmos está a Engenharia de Software. Seja para tomar decisões importantes de mercado ou para oferecer serviços melhores para o público, empresas vão cada vez mais demandar esse tipo de profissional.

Internet das Coisas

Se você gosta de tecnologia, com certeza já viu ou até tem um smartwatch, uma lâmpada inteligente ou uma Alexa. Esses dispositivos são de uma nova área tecnológica chamada de Internet das Coisas, ou IoT.

Além de facilitar nossas vidas, esses dispositivos inteligentes — que podem ser coisas que temos em casa, no escritório ou até que vestimos (chamados wearables) — usam Inteligência Artificial e conexão com a internet para monitorar pessoas e máquinas de maneira autônoma. Assim, podem dar dicas importantes para nossas vidas, facilitar o trabalho e até, no futuro, nos ajudar ainda mais a nos mantermos saudáveis.

Automação e Robótica

Falando em facilitar o trabalho, grande parte do investimento em tecnologia no mercado hoje vai para automação dentro de negócios. O que eles querem é produzir da maneira mais eficiente, barata e sem falhas possível.

Para isso, buscam os engenheiros de software. Profissionais capazes de entender de sistemas de gestão e criar soluções customizadas para os processos específicos de cada negócio. Se você se especializa em automação e robótica, pode ver suas habilidades disputadas com unhas e dentes pelas empresas.

Quais são as principais atuações do engenheiro de software?

Dentro de tudo que conversamos até aqui, já dá para ter uma ideia da importância do engenheiro de software para o futuro do mercado.

Mas, agora, vamos falar um pouco mais da prática da profissão. Em quais áreas você pode se especializar para atuar como engenheiro ou engenheira de software? Confira as principais.

Desenvolvimento de software

A atuação mais direta da profissão e que deve fazer parte da sua rotina para o resto da sua carreira é o desenvolvimento propriamente dito de aplicações digitais.

Dentro da Engenharia de Software, é preciso saber utilizar linguagem de programação para transformar necessidades lógicas em programas de fato.

Isso vale para o desenvolvimento de sistemas, de aplicativos, de jogos, de interações, de algoritmos, ou seja, parte de todas as atribuições relacionadas à profissão.

TI

A área de TI é a que mais emprega profissionais de Engenharia de Software. A Tecnologia da Informação é a ferramenta utilizada por empresas para manter-se funcionando de maneira digital, desde processos internos até serviços para seus clientes.

Dentro de uma equipe de TI, você poderá trabalhar com:

  • Arquitetura da Informação;
  • criação e manutenção de bancos de dados;
  • desenvolvimento de Big Data;
  • desenvolvimento em Cloud Computing;
  • gestão e manutenção de sistemas;
  • suporte tecnológico a outros departamentos;
  • criação de soluções de negócio;
  • Segurança da Informação.

Em qualquer uma dessas atuações, a característica mais buscada em profissionais de TI é a capacidade de analisar demandas de negócio sob o ponto de vista da tecnologia e sugerir soluções digitais que resolvam essas questões.

User Experience

Uma área muito aquecida do mercado digital hoje é o de UX. A experiência do usuário é o conjunto de interações, relações e sentimentos que acionamos quando utilizamos um software ou serviço tecnológico.

O engenheiro de software nesse caso trabalha geralmente em conjunto com designers especializados em UI e UX. Sua função é participar de pesquisas com usuários, analisar feedbacks e realizar mudanças em aplicativos e programas que os tornem ainda mais agradáveis de usar.

Quality Assurance

O controle de qualidade, ou Quality Assurance (QA) é uma especialização na qual profissionais estão constantemente testando o software em busca de pontos fracos a serem resolvidos e de oportunidades de novas funcionalidades que melhorem ainda mais o produto.

Geralmente, é uma área de introdução à carreira. É muito comum, por exemplo, na indústria de games. Quem se destaca, sabendo não apenas o que está errado, mas também sugerindo caminhos de correção, pode ganhar valor dentro da empresa e subir degraus importantes dentro dela.

Gestão de projetos

Se QA costuma ser a porta de entrada para a carreira, a gestão de projetos é uma de suas atuações mais valorizadas e que busca profissionais mais experientes.

Todos os itens anteriores precisam de desenvolvedores de software em suas funções específicas. Ao mesmo tempo, todos precisam também de alguém que enxergue o projeto como um todo e lidere a equipe para uma rotina eficiente.

Gestores de projeto trabalham na concepção de novos softwares, na criação de um cronograma e no alinhamento de todo o time de desenvolvimento. É um perfil mais de liderança, para quem gosta de se comunicar e colocar sua visão no produto final.

Como ingressar no mercado de Engenharia de Software?

A Engenharia de Software é uma área em que as empresas gostam de ver o seu portfólio, o que você é capaz de fazer na prática.

Para que valorizem ainda mais o seu trabalho ao longo da carreira, você pode buscar cursos superiores e de especialização/certificação que demonstrem de maneira mais objetiva o potencial do seu trabalho. Hoje existem opções de estudo online para que você se forme de maneira rápida e significativa, absorvendo questões teóricas e práticas de desenvolvimento em pouco tempo.

E tempo é importante na Engenharia de Software. Quem acompanha o mercado e está o tempo todo aprendendo coisas novas tem a dinâmica e a cultura de inovação que as empresas exigem desses profissionais.

Estude Engenharia de Software na Ampli!

Agora que você já conhece o curso de Engenharia de Software, tenha em mente que é preciso investir em uma formação completa, de qualidade e que prepare para o mercado.

Que tal, então, começar hoje mesmo essa caminhada e se formar em apenas 3 anos? Inscreva-se agora mesmo!

COMENTÁRIOS